27/03/2007 19:13

Iguatemi: Pregão presencial gera economia em Iguatemi

 

 

 
Desde que adotou a modalidade de pregão presencial, a prefeitura de Iguatemi vem obtendo sucesso na compras e tem conseguido gerar muitas economias para o município.O pregão pode ser utilizado pelas administrações públicas para a aquisição de bens e de prestação de serviços comuns, qualquer que seja o valor estimado da contratação. 
Neste ano já foram realizados oito pregões presenciais para aquisição de pneus, gêneros alimentícios para merenda escolar e cestas básicas, resfriadores de leite e implementos agrícolas.

Os dois últimos pregões realizados, para aquisição de peças para manutenção de veículos e peças elétricas, geraram uma grande economia, a exemplo de outros pregões que já registraram mais de 40% de diferença no preço proposto e no contrato efetivado.

O pregão 007, por exemplo, tinha teto máximo estipulado em R$ 103.118,44, de acordo com preços praticados no mercado. Após o leilão, os lotes foram arrematados por R$ 47.795,09 mil, proporcionando uma economia de R$ 55.323,35 mil.O pregão 008, com teto de R$ 32.244,90 mil, foi arrematado por R$ 27.871,30 mil. A economia total na aquisição das peças foi de R$ 59.696,95 mil para os cofres públicos.

 Na opinião do Prefeito Lídio Ledesma, esse é o meio mais democrático, eficaz e transparente de licitação, pois qualquer empresa do município, ou de qualquer outra parte do país, regularmente cadastrada no cadastro de fornecedores da prefeitura, pode participar das licitações. Os editais para os pregões são públicos, gratuitos e podem ser baixados no site da prefeitura de Iguatemi (www.iguatemi.ms.gov.br/licitacoes.htm). 

 Ainda segundo o prefeito, a modalidade garante mais transparência para a sociedade e proporciona amplo acesso à disputa para os fornecedores. Já para a prefeitura as maiores vantagens estão na celeridade do processo de compra, redução de preços, de custos operacionais e de tempo de duração do processo.
As sessões dos pregões presenciais são públicas e podem ser presenciadas por qualquer pessoa. 

Fonte: A Gazeta News