20/12/2012 16:47

Prisões de moradores com drogas preocupam polícia de Sete Quedas

Is allowance instantly strangers applauded
A droga apreendida e o setequedense preso por tráfico em Paranaíba, Marcionilio de Oliveira Ataíde, o “Marculino”, de 18 anos (Fotos: Divulgação e Campo Grandenews)

Vilson Nascimento

As frequentes prisões de moradores do município com drogas estão gerando preocupação na Polícia Militar em Sete Quedas.

Só da última semana para cá pelo menos três setequedenses foram presos com entorpecentes, dois no estado do Paraná e outro em Paranaíba, região norte de Mato Grosso do Sul.

No último caso, registrado na segunda-feira, dia 17 de dezembro, foi preso Marcionilio de Oliveira Ataíde, o “Marculino”, de 18 anos, morador na região das “casinhas populares”.

Marculino foi preso em flagrante por uma equipe da Polícia Militar Ambiental (PMA) na região de Paranaíba, segundo a polícia, transportando 1,4 quilos de haxixe e 296 de maconha em uma Variant com placas de Belo Horizonte-MG.

Segundo a polícia, em declarações Marculino teria relatado que receberia R$ 10 mil reais para levar a droga de Paranhos, na fronteira com o Paraguai até a cidade de Betim em Minas Gerais.

Para a Polícia Militar de Sete Quedas, as frequentes prisões de pessoas, principalmente jovens, do município com drogas em outras regiões do Estado e fora de Mato Grosso do Sul é um demonstrativo que traficantes vem agindo e aliciando moradores do município para o tráfico.

Segundo a polícia, esse tipo de ação pode atrair, entre outras questões, violência para o município, que hoje, apesar de estar situado em uma região de fronteira seca com outro país, é considerado relativamente tranqüilo.

Fonte: A Gazeta News