21/06/2007 15:09

Amambai:Paranaense é preso por força de mandado

Vilson Nascimento

A PRE (Polícia Rodoviária Estadual) da base operacional de Amambai prendeu, no final da manhã dessa quinta-feira, por força de mandado de prisão expedido pela Justiça paranaense, o treinador de jóquei Heitor Padilha Ribeiro de 47 anos, morador em Capitão Leônidas Marques, no estado do Paraná.

Heitor foi preso em frente à base PRE, no quilômetro 11 da rodovia MS 156 trecho que liga Amambai a Tacuru quando os policiais abordaram, para checagem um veículo Vectra de cor azul, placas de Cascavel-PR, onde o treinador viajava como carona. Durante checagem junto ao sistema de informações em Campo Grande os policiais descobriram que pesava, em desfavor de Heitor, um mandado de prisão expedido no ano de 2000 na Comarca de Capitão Leôncio Marques no Paraná onde o acusado reside.

Ao receber voz de prisão Heitor disse que o mandado foi em decorrência de uma tentativa de homicídio praticada por ele no ano de 1997 no Paraná. Segundo a PRE ele teria afirmado que na época foi levado a júri, condenado a mais de 6 anos de prisão e recebeu a liberdade condicional, porém não teria se apresentado para assinar mensalmente, segundo ele por falta de orientação de seu advogado.

Heitor Padilha Ribeiro que teria afirmado ter vindo ao Mato Grosso do Sul em companhia de seu patrão para comprar cavalos, foi encaminhado para um Departamento de Polícia Civil na cidade de Ponta Porã tendo em vista que o Juiz Corregedor da Comarca de Amambai Dr. César de Souza Lima baixou uma determinação proibindo a entrada de presos com mandados de prisão de fora da Comarca no Estabelecimento Penal de Amambai (EPAM) tendo em vista a superlotação que hoje é quase quatro vezes maior que a capacidade física das instalações do presídio.

Fonte: A Gazeta News