22/09/2007 09:33

Vice & Versa – por Clesio Ribeiro

## Pode até ser que mude a história até a data das convenções em junho do ano que vem, mas hoje está difícil encontrar candidatos a vereador. Esta é a afirmação da maioria dos presidentes e dirigentes partidários que estão a caça de pessoas para integrarem a lista de filiados.

## Primeiro porque a disputa por uma cadeira no legislativo de Amambai será duríssima. São nove cadeiras sendo disputadas, mas tem muita gente de “peso” que são favoritas à ocuparem uma delas.

## Se dos atuais vereadores voltarem a metade, 4 ou 5, então sobraria essas mesmas 4 ou 5 vagas para candidatos que estão do lado de fora. Então é só fazer as contas pegando os candidatos bons de votos que estão de fora e preparados para disputar a vaga. É preciso ter “bala na agulha”.

## Além do páreo duro que será a disputa para vereador em Amambai, o Senado Federal nesse episódio do Renan Calheiros, contribuiu muito para desestimular o cidadão a pensar a entrar na política.

## O prefeito Sergio Barbosa foi a Brasília essa semana tratar de convênios com o PAC e visitar ministérios e gabinetes parlamentares. Há boatos de que teria agendado uma conversa com o deputado federal Moka e senador Valter Pereira para tratar da sua ida para o PMDB.

## Dizem os mais próximos que, se o prefeito mudar-se mesmo para o PMDB, só anunciaria isso depois do dia 30 de setembro. E o PDT, nesse caso, ficaria aliado ao prefeito no PMDB, ou discutiria uma nova opção para prefeito? A conferir...

## Outro dia alguém disse: se o Aguiar se lançou no DEM, se a Jaqueline se lançou no PSDB, então, se o Sergio for para o PMDB, o PDT discutiria um nome para apresentar como opção para prefeito. Talvez Gilmar Vicentin...

## A disputa para prefeito em Amambai é polarizada  entre Sergio Barbosa e Dirceu Lanzarini, mas quem tem pretensões a ocupar a vaga de vice, tem que se lançar a prefeito para tentar valorizar o passe. Esse é o jogo...

## A população brasileira ficou indignada com a atuação dos senadores que absolveram o presidente do Senado Renan Calheiros. A revista Veja traz uma matéria ampla sobre o assunto revelando como toda a armação para livrar Renan se deu. Algumas personalidades de renomes nacionais deram sua opinião sobre a atuação do Senado que vale a pena transcrever:

## Cantor Lobão: “Quem tem algum contato com a realidade está indignado. Proponho que todos os senadores que tenham vergonha na cara renunciem”. Apresentador Luciano Huck: “Quem vota secretamente tem algo a esconder. É vergonhoso não ter coragem de sustentar uma opinião”.

## Poeta Nelson Ascher: “Infelizmente aconteceu o que já se esperava. Aqui só os pequenos crimes são punidos. Nada de novo sob o nosso sol tropical” e ainda o Filósofo Roberto Romano: “O Senado assinou seu atestado de óbito. E, com o Legislativo desacreditado, o Executivo age como em uma ditadura”. Uma vergonha!!!

## O presidente da Câmara de Tacuru, vereador Valmir Otílio da Silveira (vai decidir a filiação partidária essa semana) ficou descontente com a atitude do deputado federal Waldir Neves (PSDB) que retirou uma emenda de R$ 100 mil que estava destinada para Tacuru, e colocou-a à disposição do governo do Estado, segundo Otílio, para aplicar no asfalto da linha Internacional.

## Otílio diz que apoiou Waldir Neves em duas eleições seguidas, sendo por uma vez o campeão de votos e outra vice-campeão de votos no município. “Não foi uma atitude justa com Tacuru e nos deixou bastante descontentes”, afirmou.

Fonte: A Gazeta News