21/09/2007 11:22

Editorial “A CPMF” por Clesio Ribeiro


                O Brasil não sobrevive mais sem a CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira). Essas foram as palavras do presidente Lula ao apelar para que o imposto seja prorrogado até 2011. E vai ser. A Câmara já aprovou em primeiro turno a proposta encaminhada pelo governo. Quando quer alguma coisa, o governo “compra”  deputados e eles se vendem facilmente. Pobre de nós que votamos neles para nos defender.

                O governo não tem o mínimo de constrangimento ao dizer para a nação que o Brasil não caminha mais sem a CPMF. O imposto vai arrecadar em 2008 cerca de R$ 40 milhões, que, teria que ser, conforme a finalidade original do imposto, ser aplicado para melhorar o atendimento à saúde pública no país. Mas a saúde está um caos. Tem filas e mais filas em postos de saúde, em portas de hospitais, os pacientes morrem à míngua nos corredores e uma consulta com especialista demora meses para ser agendada. Que melhora é essa?

                A Câmara Federal e o Senado Federal não têm mais moral nenhuma para discutir os problemas do país. Eles não se preocupam com isso. A maior parte do tempo dos parlamentares é gasta sobre discussões particulares. Como arranjar um jeito de desviar um recurso, como beneficiar um companheiro ou como livrar um ou outro parlamentar da “cadeia”. São muito poucos os parlamentares que se debruçam sobre os problemas do Brasil. Pouquíssimos!!!

                A CPMF vai passar e nós vamos ter que continuar financiando essa roubalheira toda que está explícita. De cada R$ 1.000,00 que movimentamos em nossas contas, R$ 3,80 vai para bolsos de “Renans”, “Marcos Valérios”, “mensaleiros” e  “sanguessugas” da vida. E o governo aumenta os gastos públicos às custas dos nossos suados impostos, não fazem nenhum sacrifício para melhorar a vida do país, ao contrário, fazem farra com o dinheiro público.

                Ao invés de Lula dizer que o País não sobrevive mais sem a CPMF, ele deveria dizer que o País não “suporta mais essa safadeza, essa ladroagem, essa falta de vergonha que tomou conta do Governo, do Senado e da Câmara Federal. O País sobrevive às custas do sacrifício de quem trabalha, de quem quer melhorar de vida, de quem quer o desenvolvimento da nação. A população elege os corruptos e ainda paga para mantê-los no poder. Até quando vai isso?!!!

Fonte: A Gazeta News