27/03/2007 11:48

Amambai: Falsos boletos fazem vitima no comércio

Sérgio da Luz

                Os falsos boletos emitidos em nome da Associação Comercial e Empresarial do Brasil, fizeram mais uma vítima no comércio de Amambai. A loja de confecção e tecidos Casa Matos efetuou o pagamento de 188,50 centavos a falsa associação.

                A funcionária Regiane Solano, quem efetuou o pagamento disse “faz pouco tempo que estamos aqui e não sabiam sobre esses boletos, quando o boleto chegou achei que seria da ACIA e que eles estaria cobrando através de boletos”.

                A ACIA dá um alerta geral à todos os empresários da cidade sobre uma falsa cobrança, feitas em boletos emitidos em nome de ABRASCOM (Associação Brasileira do Comércio) e da ACIEB (Associação Comercial e Empresarial do Brasil). Várias empresas da cidade receberam a cobrança, e algumas pensando que se tratava de um órgão ligado a ACIA, acabaram efetuando o pagamento.

                Os boletos vem nominal a empresa e com a data de vencimento, no caso da empresa Casa Matos o vencimento era até o dia 15/03, pagável em qualquer banco até o vencimento, após no Caixa Econômica Federal, tendo a descrição “Tarifa de comércio atacadista/ Varejista ativos 2007 cobrada de 2 em 2 anos”.

                Segundo a Secretária Executiva da ACIA, Vera Elline Antunes esse tipo de cobrança vem todo o ano, e nada tem a ver com a Associação de Amambai, “eles cobram anuidade de uma associação inexistente” acrescenta Vera.

                A cada ano o boleto muda de nome, mas o golpe é sempre o mesmo, em 2005 a cobrança que veio pelo Banco do Brasil, cobrou entorno de 280,00 reais, no ano passado a cobrança pulou para 589,00 pequenas e grandes empresas recebem o boleto, já que os dados das empresas são facilmente obtidos por se tratarem de dados públicos.

                Em Caarapó, segundo a Secretária Executiva da ACISQ - Associação Comercial e Empresária Mara Bock Martins “já aconteceu com várias empresas, quando ligam pra tirar a dúvida, esclarecemos que é fraude no comércio em Caarapó. Mas no mês passado, um comércio associado de um distrito de Caarapó pagou, quase 200 reais, somente depois comunicou que havia pagado”. A ACISC informa a seus associados que em caso de dúvida ligar no tel.3453-1104.

Fonte: A Gazeta News