25/09/2007 21:33

IBGE revela que rádios comunitárias superam as comerciais

O último mapeamento dos municípios brasileiros na área de cultura, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), trouxe um dado inédito: as rádios comunitárias estão presentes em maior número de municípios que as emissoras comerciais. Essa e outras informações foram reunidas no Suplemento de Cultura da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic 2006).

De acordo com a pesquisa, divulgada neste mês, 48,6% dos municípios possuem rádios comunitárias. As emissoras comerciais FM aparecem em 34,3% das localidades, enquanto as AM chegam a apenas 21,2%. Essa é a primeira vez em que a presença das rádios comunitárias entra no suplemento do IBGE.

De acordo com o último levantamento do Ministério das Comunicações, realizado em 19/09, existem 2.916 entidades autorizadas a executar o Serviço de Radiodifusão Comunitária em todo o Brasil. Para ampliar ainda mais sua abrangência e incluir os pequenos e médios radiodifusores na transição para o sistema digital, o ministro Hélio Costa defende que as rádios comunitárias tenham acesso a linhas de crédito especiais por meio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

"O incentivo e a ampliação das rádios comunitárias legais é uma das principais bandeiras do ministério. Essas emissoras são ferramentas importantíssimas para promover melhoria nas condições de vida da população, por meio da informação, cultura, entretenimento e lazer. É essencial que elas sejam incluídas em todo o processo de digitalização”, afirma Hélio Costa.

Nos últimos dois anos, já foram publicados quatro avisos de habilitação, que é o expediente pelo qual o Ministério das Comunicações disponibiliza os canais e chama os interessados a entrarem com seus processos. Foram dois avisos em 2006 e dois em 2007, incluindo a grande São Paulo. Entidades sociais em quase mil localidades no Brasil tiveram a oportunidade de inscrever-se para operar o serviço de radiodifusão comunitária.

Munic 2006 - A pesquisa foi realizada no segundo semestre de 2006, por meio de questionários enviados às prefeituras. O objetivo era mapear a diversidade cultural dos 5.564 municípios brasileiros, envolvendo aspectos como atividades culturais e artísticas existentes, infra-estrutura dos órgãos gestores e recursos financeiros destinados ao setor.

Fonte: MS Noticias