19/09/2007 14:49

Cresce coleta de embalagens de agrotóxicos

O recolhimento de embalagens vazias de agrotóxicos cresceu 52,8% este ano em Mato Grosso do Sul, passando de 749 para 1.144 toneladas nos primeiros oito meses do ano, segundo balanço do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (InpEV).

Nas principais regiões agrícolas do Estado funcionam centrais e postos de coleta dos recipientes descartados pelos agricultores. Somente em Dourados foram recebidas, até agosto, 230 toneladas de recipientes descartados pelos produtores rurais – um aumento de 15% em relação a todo o volume recolhido em todo o ano passado. A estimativa é que até dezembro sejam de 260 a 270 toneladas.

Nos oito primeiros meses de 2007 em nível nacional o volume de embalagens retiradas no meio ambiente foi 14% maior, se comparado com o mesmo período do ano anterior, passando de 13.517 para 15.391 toneladas.

Nos últimos 12 meses – período compreendido entre agosto de 2006 e de 2007, já foram destinadas 21.505 toneladas de embalagens. A rede de coleta, com postos e centrais de recebimento, somam atualmente 365 unidades distribuídas em 23 Estados. Somente em Mato Grosso do Sul são oito centrais.

Fonte: Conesul News