19/09/2007 14:19

Salário em MS fica aquém da média nacional

Estatísticas do Cadastro Central de Empresas, divulgadas nesta quarta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que as empresas de Mato Grosso do Sul remuneram seus trabalhadores com salários 16% menores que a média nacional.

Conforme os dados da pesquisa, na média nacional os trabalhadores do Estado recebiam no ano de 2005, em média, 3,1 salários mínimos, quando a média nacional era de 3,7. Ainda assim, as remunerações em Mato Grosso do Sul não são as piores do País. O Estado está em 12º dentre as 27 unidades da federação, em termos de ganhos.

A melhor média foi encontrada no Distrito Federal, de 6,8 salários mínimos percebidos por funcionário e a pior, de 2,1 salários mínimos em Alagoas. O cadastro reúne o registro de informações referentes às empresas e outras organizações (órgãos da administração pública e entidades sem fins lucrativos).

Em Mato Grosso do Sul são 70.368 empresas com 450.926 funcionários. Eles receberam no ano de 2005 um total de R$ 4,4 bilhões, volume que responde por apenas 1% de participação em âmbito nacional.

Das empresas do Estado, a maior parte, 36,5 mil, são do ramo de comércio; reparação de veículos automotores, objetos pessoais e domésticos.

Fonte: A Gazeta News