27/03/2007 11:15

Amambai: Tereré é a primeira equipe na final da Copa Ouro

Sérgio da Luz

                A tradicional equipe do Tereré, mostrou que está muito bem, com 100% de aproveitamento, 12 gols marcados e somente um tomado, dona da maior goleada do campeonato, 8 a 1 em cima da equipe de Paranhos, vai para a final como favorita, espera o desafiante que sai hoje a noite no jogo entre Agripeças de Cel. Sapucaia e Prefeitura de Amambai. A final será no sábado às 21h.

                A caminhada da equipe na Copa foi de goleada no primeiro jogo 8 a 1 em cima de Paranhos, no segundo jogo contra Tacuru, 2 a 0, no terceiro jogo 2 a 0 em cima da Prefeitura de Amambai. O artilheiro da categoria Máster Abílio, com 4 gols e o goleiro menos vazado João Manoel, com apenas um  gol sofrido são da equipe, além desses o time conta: Marcão, Moacir, Biro Biro, Marquinho, Bauer, Paulinho, João, Bonifácio, Nelder, Luiz Henrique e Vandi.                     O técnico é Vavi e o diretor Orlando Fernandes.

A História da Sociedade Esportiva Tereré

                O time do tereré foi fundado há 20 anos, equipe mais antiga de Amambai em atividade. O nome da equipe, foi dado pela Sra. Célia Pissini, esposa do Dr. Fernando Pissini, um dos fundadores do Tereré, percebendo que o time se reunia para jogar e se confraternizar tal qual uma roda de tereré - tradicional bebida da fronteira.

                No escritório do engenheiro Dr.Vítor Aníbal Delgado (Vavi), sempre foi o local de reuniões para comentar os jogos e marcar partidas para jogar.

                Uma das peripécias do tereré foi quando convidado para jogar na cidade de Ponta Porã, pelo time do judiciário daquela cidade, não encontraram um campo para realizar a partida, como a tarde já se ia, acabaram jogando em um campo improvisado dentro do presídio da cidade.                   O jogo acabou quase sem luz natural e o tereré perdeu por um placar já esquecido, mas a confraternização aconteceu da mesma forma de sempre entre os amigos.

                Outra aconteceu quando o time não tinha bola para a partida e o Vavi foi até a casa do Abílio Martins, quando foi atendido pela mãe do Abílio, Da. Secundina e ao dizer que estava ali por recomendação do Abílio e queria uma bola para o jogo, ouviu de Da. Secundina: - “O Abílio viajou e não deixou bola para jogar”. Resultado: não houve o jogo.

                Hoje o adversário mais freqüente das partidas amistosas é formado pelos sobrinhos do Dr. Nelder Viana Vieira, chamado carinhosamente de “bando do velho Nelder”, é também  uma equipe amiga do tereré. Dr. Nelder também joga para o tereré.

                O tereré sempre participou e incentivou campeonatos e torneios importantes da cidade de Amambai e já conquistou vários títulos em campos e quadras da cidade. O título mais recente conquistado pela equipe foi a Copa Cidade de Futal Master no ano de 2006.

                As partidas amistosas, aos sábados à tarde, acontecem regularmente no campo do Recanto dos Caytés, propriedade do Sr. Simas de Oliveira, que jogou na equipe durante muitos anos.

                Muitas personalidades de Amambai já fizeram parte do time, como: Nunu, Colombiano, Fernando Pissini, Euriquinho, Cheroso, D’Viti, Simas, Oscar Ferreira, Nê, Rui Cordeiro, Naito, Aristide, Auri, Kiquito e Galego.

Fonte: A Gazeta News