18.7 C
Amambai
quinta-feira, 20 de junho de 2024

Fazendo história: 20 anos de Gazeta Educação em Amambai

Raquel Fernandes

O Jornal Gazeta Educação celebra 20 anos de existência, marcados por inúmeras histórias. Retratando projetos inovadores e narrativas inspiradoras, o jornal tem sido uma voz dedicada à educação ao longo dessas duas décadas. Desde sua fundação, muitos profissionais da educação, estudantes e membros da comunidade escolar encontraram, aqui, espaço para compartilhar suas experiências e contribuir para um ambiente educacional mais rico e inclusivo.

A essência do jornal reside na dedicação, uma qualidade que se reflete não apenas em suas páginas, mas também nas mãos cuidadosas da editora Patrícia Rocha, que é formada em Letras e já atuou por vários anos na rede pública de ensino. É uma união de profissionais comprometidos, lutando por um ideal comum. Certamente, é essa dedicação que tem sido o segredo de sua longevidade e vitalidade ao longo dos anos.

Neste marco de 20 anos, é inevitável olhar para trás e refletir sobre o caminho percorrido. O Gazeta Educação tem sido uma parte fundamental da jornada educacional dos alunos do município, que deixam sua marca tanto nos bancos escolares quanto nas páginas do jornal.

Em nossa primeira edição, em abril de 2004, falamos um pouco sobre a EscolaAntônioPinto da Silva. Naquela época, a escola contava com 42 professores, 3 coordenadores e a direção da professora Eliane Pereira Arteman. No total, do pré até a 8ª série, eram 682 alunos matriculados.

Em uma entrevista exclusiva, Eliane Pereira Arteman, diretora da Escola Antônio Pinto da Silva, compartilhou conosco sua jornada desde os dias em que ingressou como secretária, em janeiro de 1995. Em 1998, iniciou sua trajetória como professora na Escola Antônio Pinto da Silva, passando a trabalhar como coordenadora na Escola Julio Manvailler em 2002. Em junho de 2002, retornou à Escola Antônio Pinto da Silva como diretora, cargo que ocupou até dezembro de 2004. Posteriormente, em 2006, voltou para a direção da mesma escola, sendo eleita diretora até dezembro de 2008. Retornou mais uma vez para a direção da escola em 2017 e permanece até os dias atuais.

Atualmente, a Escola Antônio Pinto da Silva acolhe 293 alunos no período matutino, 318 no período vespertino e 114 na EJA EAD. Seu corpo docente é composto por 41 professores dedicados, apoiados por 03 coordenadoras, 01 diretora e 01 diretora adjunta, além de 24 funcionários administrativos, que desempenham papéis essenciais para o funcionamento da escola.

Eliane destacou ainda a importância da formação contínua dos professores, enfatizando o impacto positivo das metodologias ativas e do letramento no processo de ensino-aprendizagem. Também destacou a educação especial, mencionando que a escola conta com nove alunos autistas e com profissionais especializados para atendê-los.

Ao abordar os desafios enfrentados pela comunidade escolar diante de um mundo em constante evolução, especialmente após os desafios impostos pela pandemia, a diretora deixou um alerta importante “Os pais devem estar cientes dos efeitos negativos da exposição excessiva às telas nos alunos. É crucial promover uma parceria entre escola, família e comunidade para garantir o sucesso educacional e o bem-estar dos estudantes.”

A professora Adriana da Cruz Francisco, que leciona na escola desde 2018, compartilhou sua história. Em 2004, quando o Jornal Gazeta Educação surgiu, Adriana era aluna da Escola Antônio Pinto da Silva. Hoje, ela também atua na educação especial e expressou sua gratidão pela profissão. “É a melhor coisa do mundo que eu escolhi, a melhor profissão. Eu amo ensinar, amo educação especial”. Ela relembrou suas experiências na escola como aluna e sua paixão por trabalhos manuais, destacando a importância de tais vivências na formação educacional. Relembrou que quando era aluna na escola, gostava de trabalhar com reciclagem e fazer cadernos para presentear outras pessoas. “Foi uma das coisas marcantes que fizemos na escola”. Além de Adriana, as professoras Vera Lorensetti e Cristieli Albuquerque também já foram alunas da Escola Antônio Pinto da Silva.

Desde sua criação, o Gazeta Educação tem sido uma parte da jornada educacional dos alunos do município, deixando sua marca não apenas nos bancos escolares, mas também nas páginas do jornal. Refletir sobre esses 20 anos de trajetória, especialmente ao observar exemplos como o de Eliane e das professoras que antes foram alunas da instituição, nos leva a uma profunda reflexão sobre nossa história. Enquanto comemoramos mais um ano de conquistas, reafirmamos nosso compromisso como impulsionadores do progresso educacional em nossa comunidade.

Gazeta Educação

Fundado em abril de 2004, o Jornal Gazeta Educação completa duas décadas de existência, marcando uma trajetória dedicada a fornecer informações confiáveis e relevantes para a comunidade escolar de Amambai. Ao longo desses 20 anos, o jornal, que tem como editora a professora Patrícia Rocha, acompanhou o avanço tecnológico, ampliando seu alcance e possibilitando que um número maior de pessoas tivesse acesso ao seu conteúdo educacional e informativo.

Além da versão impressa distribuída mensalmente nas instituições educacionais, desde a educação infantil até o ensino superior, o Jornal Gazeta Educação também é incorporado ao Jornal A Gazeta, como um suplemento, levando notícias do universo escolar para diversos segmentos da cidade.

Além dos materiais enviados pelas escolas, o Gazeta Educação traz mensalmente reportagens e artigos especiais. Na seção “Professor com a Palavra”, há sempre um profissional da educação compartilhando informações e opiniões valiosas. A escritora Beatriz Borges também presenteia os leitores com uma coluna literária que estimula a reflexão com muita criatividade.

O objetivo do jornal sempre foi alcançar a sala de aula, ser lido pelos alunos, utilizado como recurso de apoio e levado para casa para que os pais também fiquem a par do que acontece nas escolas. Levar jornais para a sala de aula é trazer o mundo para dentro da escola, além de ser um registro histórico da educação escolar de Amambai.

Leia também

Edição Digital

Jornal A Gazeta – Edição de 20 de junho de 2024

Clique aqui para acessar a edição digital do Jornal...

Enquete