15.9 C
Amambai
domingo, 21 de abril de 2024

Edital inédito destina R$ 6 milhões para pesquisas sobre mudanças climáticas em MS

O Governo de Mato Grosso do Sul, através da Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul), vinculada à Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), lançou na segunda-feira (1º) um edital pioneiro, voltado para o enfrentamento das mudanças climáticas.

Serão disponibilizados R$ 6 milhões para o desenvolvimento de tecnologias, produtos, processos, serviços, políticas públicas e outros ativos que contribuam para mitigar os impactos das transformações nos padrões de temperatura e clima.

A chamada foi lançada pelo governador Eduardo Riedel na abertura do Fórum Estadual de Mudanças Climáticas de Mato Grosso do Sul, organizado pela Semadesc, no Auditório do Sebrae, em Campo Grande. Riedel destacou que o edital está alinhado às ações do Estado em promover o desenvolvimento com sustentabilidade.

“Temos que ter como base de nossas discussões sobre mudanças climáticas a ciência, o conhecimento, seja da academia, da Embrapa, de Institutos e Fundações”, frisa o governador.

O edital está alinhado com os programas finalísticos do Plano Plurianual (PPA) do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul 2024-2027, assim como aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. 

Para o diretor-presidente da Fundect, Márcio Pereira, as mudanças climáticas representam uma das maiores preocupações da atualidade, com efeitos importantes em ecossistemas, sociedades e economias ao redor do mundo. O edital de Mudanças Climáticas representa o compromisso do Estado em enfrentar essas situações, buscando soluções concretas e inovadoras.

“A ciência pode nos ajudar a mitigar os impactos causados pelo aumento da frequência e intensidade de eventos climáticos extremos, principalmente na biodiversidade, na segurança alimentar e hídrica e nas desigualdades sociais e econômicas. Nosso Estado hoje se propõe a ser verde, sustentável e inclusivo, por isso a Fundect idealizou esse edital que vai ao encontro desses objetivos, fazendo o enfrentamento ao aquecimento global. Tenho certeza que será um diferencial nacional o trabalho realizado aqui”, explica Pereira. 

Edital

Com um montante de R$ 6 milhões disponibilizados pelo Governo do Estado, via Fundect, a expectativa é beneficiar entre 40 e 45 projetos, com valores máximos por proposta variando de R$ 200 mil a R$ 400 mil. Os temas de pesquisa abrangem desenvolvimento urbano, indústria verde, transição energética, meio ambiente e biodiversidade regional. 

Podem participar pesquisadores vinculados às Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) e Universidades sediadas em MS. Os interessados podem submeter suas propostas ao edital pelo SIGFundect até 13 de maio de 2024.

Mais informações no site da Fundect: https://www.fundect.ms.gov.br/mudancas-climaticas-2024/

Maristela Cantadori e Paulo Ricardo Gomes, Comunicação Fundect
Foto: Saul Schramm

Leia também

Edição Digital

Jornal A Gazeta – Edição de 19 de abril de 2024

Clique aqui para acessar a edição digital do Jornal...

As Mais Lidas

Casal é preso acusado de matar e decapitar jovem indígena em Amambai

Vilson Nascimento Por meio de um trabalho rápido e eficiente...

Homem e mulher tem veículo alvejado por disparos em Amambai

Vilson Nascimento A Polícia Civil está apurando uma tentativa de...

Portuguesa vence Náutico por 2 a 0 diante da torcida

Vitória do time rubro-verde de Mato Grosso do Sul!...

Quartas de final do Intervilas 2024 acontecem nesta segunda e na sexta-feira em Amambai

Vilson Nascimento Tem início previsto para a noite desta segunda-feira,...

Enquete