34 C
Amambai
segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Com 29 anos, médica amambaiense é destaque na fronteira

2023-12-04 00:12:53

Com 29 anos, médica amambaiense é destaque na fronteira

Gabriela Bampi Paixão, nascida em 13 de março de 1994, na cidade de Amambai- 90 km de Ponta Porã.

É filha de Sandra Regina Bampi, paranaense, residente a mais de 40 anos em Amambai, que se dedica, junto com a maior parte de sua família ao ramo de farmácia.

Seu Pai Alex de Tarso Paixão e seu Padrasto Jorge Arce de Oliveira, juntamente com seus avós maternos Maria Teresinha Barella Bampi e Attilio Bampi Filho (in memoria) mantiveram vivos os ensinamentos de trabalho e dedicação ao próximo.

Até os 12 anos teve o exemplo e a figura sonhadora de seu irmão Wagner Bampi Paixão (in memoria) que marcou em sua breve passagem a luta e busca de seus sonhos.

Desde a primeira infância, crescendo dentro da farmácia, já expressava a vontade de estudar medicina e foi apoiada por todos, incluindo seus tios Marco, Júlio e Alexsandro.

No final de 2012, após um longo tratamento de saúde, encontrou na possibilidade de estudar próximo de sua família e com um custo acessível as suas possibilidades a esperança de concretizar seus planos.

Em 2013, se mudou para Ponta Porã- Pedro Juan Caballero e iniciou a faculdade de Medicina, onde coabitou e contou com o apoio de seu primo-irmão Gabriel Henrique Bampi e todos os amigos e familiares.

Durante os primeiros períodos da faculdade começou a fazer parte da sociedade cientifica de sua universidade, exercendo o cargo de coordenação a atenção a comunidade, posteriormente representar como subdelegada e finalizando o quarto ano como presidente da mesma, onde pode em muitas oportunidades, como eventos e congressos científicos, representar a instituição de ensino e a cidade.

Em uma dessas oportunidades teve a possibilidade de trazer para a cidade o primeiro treinamento de palhaço de hospital, com a fundação Dr. Payasonrisa, que na época com menos de 500 voluntários ainda não tinha o reconhecimento de interesse a saúde do Paraguai e o reconhecimento público, posteriormente conquistados.

Organizou várias capacitações, treinamentos e também jornada de humanização hospitalar, de profissionais e voluntários que atuam em Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, atividades que objetivam animar os pacientes e também acolhem, amparam e auxiliam os familiares, profissionais da saúde e equipes hospitalar.

A parte da atuação hospitalar, também colaborou participando nas campanhas de vacinação contra várias doenças, incluindo a mais recente COVID-19.

Posgraduada em psiquiatria e com especialização em Tanatologia, que se dedica a terapia de pessoas enlutadas ou com enfermidades que necessitam de cuidados paliativos, tem atuado desde o início de 2022 e mais recentemente em sua clinica, Amambay Medical Center.

Docente, nas matérias de bioética e saúde mental, busca capacitar e motivar seus alunos as práticas compassivas e humanizadas na medicina.

Leia também

Edição Digital

Jornal A Gazeta – Edição de 26 de fevereiro de 2024

Clique aqui para acessar a edição digital do Jornal...

As Mais Lidas

Nota de falecimento de Sérgio Luiz Nogueira Neves, o popular Serginho

Comunicamos com pesar o falecimento na quarta-feira, dia 21...

Casa do Trabalhador disponibiliza 29 oportunidades de emprego nesta quarta-feira em Amambai

Vilson Nascimento  A Casa do Trabalhador, órgão ligado a Fundação do Trabalho (Funtrab) do Governo...

3ª Companhia Independente de Polícia Militar de Amambai completa 21 anos

Na tarde desta terça-feira, 20 de fevereiro, a 3ª...

Vereadora Lígia Borges pede substituição de parquinhos infantis em Amambai

Vilson Nascimento Por meio de indicação apresentada durante a sessão...

Janete diz que alianças são importantes para disputar e administrar o Município de Amambai

Redação A vereadora Janete Córdoba (PSDB), pré-candidata a prefeita de...

Enquete