34 C
Amambai
segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Pela primeira vez no formato atual, o Brasil assume presidência do G20 nesta sexta

2023-12-01 09:56:52

Pela primeira vez no formato atual, o Brasil assume presidência do G20 nesta sexta

O Brasil, sob a gestão de Luiz Inácio Lula da Silva, assume nesta sexta-feira (1º) a presidência temporária do G20, grupo que reúne as principais economias do mundo e que vai contar neste ano com a presença da União Africana. A avaliação do governo é que o país tem que usar essa posição para exercer influência e, assim, pôr em prática temas que tem defendido, como o combate às mudanças climáticas e às desigualdades.

O mandato da presidência temporária tem duração de um ano e se encerrará em 30 de novembro de 2024. É a primeira vez que o país ocupa essa posição na história do grupo no formato atual, tendo organizado uma reunião do nível ministerial em 2008, em São Paulo. Nessa fase, o Brasil vai criar duas forças-tarefa: combate à desigualdade e aliança global contra a fome e contra a mudança do clima.

Durante o mandato, o Brasil vai organizar mais de cem reuniões de grupos de trabalho, que serão realizadas virtual e presencialmente, e outras 20 reuniões ministeriais. O ponto mais alto será a próxima cúpula do G20, programada para os dias 18 e 19 de novembro do ano que vem, no Rio de Janeiro.

A primeira reunião da comissão brasileira que trata do G20 ocorreu neste mês. Lula anunciou as duas forças-tarefa e uma iniciativa de bioeconomia. Na ocasião, o chefe do Executivo afirmou que os ministros e as ministras "vão ter que se virar em dois ou em duas" para que o país possa atender às necessidades, e não "deixar a peteca cair".

"Os ministros têm que ter a consciência do seguinte: todo mundo vai ter muita tarefa. Mas é importante vocês não esquecerem que foram eleitos e deixarem os ministros para governar o Brasil. A prioridade é a função para a qual vocês foram escolhidos para serem ministros. Vocês vão ter que se virar em dois ou em duas para que a gente possa atender às necessidades da organização do G20 e para que a gente não possa deixar a peteca cair", disse Lula.

A presidência brasileira do G20 vai ter um eixo condutor para a redução das desigualdades. Segundo Lula, três linhas de ação vão estruturar os trabalhos: inclusão social e combate à fome e à pobreza; transição energética e desenvolvimento sustentável; e reforma da governança global. O lema escolhido é "Construindo um mundo justo e um planeta sustentável".

O grupo do G20 é formado por África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia, Turquia, União Europeia e União Africana, que recebeu status de membro na Cúpula de Nova Déli, em setembro último. O G20 responde por cerca de 85% do PIB mundial, 75% do comércio internacional e dois terços da população mundial.

Leia também

Edição Digital

Jornal A Gazeta – Edição de 26 de fevereiro de 2024

Clique aqui para acessar a edição digital do Jornal...

As Mais Lidas

Nota de falecimento de Sérgio Luiz Nogueira Neves, o popular Serginho

Comunicamos com pesar o falecimento na quarta-feira, dia 21...

Casa do Trabalhador disponibiliza 29 oportunidades de emprego nesta quarta-feira em Amambai

Vilson Nascimento  A Casa do Trabalhador, órgão ligado a Fundação do Trabalho (Funtrab) do Governo...

3ª Companhia Independente de Polícia Militar de Amambai completa 21 anos

Na tarde desta terça-feira, 20 de fevereiro, a 3ª...

Vereadora Lígia Borges pede substituição de parquinhos infantis em Amambai

Vilson Nascimento Por meio de indicação apresentada durante a sessão...

Janete diz que alianças são importantes para disputar e administrar o Município de Amambai

Redação A vereadora Janete Córdoba (PSDB), pré-candidata a prefeita de...

Enquete