12.4 C
Amambai
domingo, 19 de maio de 2024

Dengue no Cone Sul do MS: Mais de 4 mil casos e 6 óbitos já foram confirmados em 2023

2023-11-21 14:28:49

Dengue no Cone Sul do MS: Mais de 4 mil casos e 6 óbitos já foram confirmados em 2023

Redação

A região do Cone Sul de Mato Grosso do Sul já registrou 4.016 casos confirmados de dengue e 6 óbitos pela doença, conforme dados dos boletins epidemiológicos da Secretaria de Estado de Saúde de MS. Esses números nos levam a refletir sobre a trágica situação das pessoas que perderam a vida devido à dengue.

Óbitos registrados:

  1. Amambai:
    • Um jovem de 21 anos, do sexo masculino, sucumbiu à dengue. Os sintomas começaram em 22 de fevereiro de 2023, e a trágica data do óbito foi 27 de fevereiro de 2023.
  2. Juti:
    • Duas perdas foram registradas em Juti. Uma idosa de 83 anos, do sexo feminino, faleceu em 23 de abril de 2023, após início dos sintomas em 19 de abril. A segunda vítima, uma mulher de 39 anos, apresentou sintomas a partir de 29 de maio, vindo a óbito em 06 de junho.
  3. Mundo Novo:
    • Uma mulher de 47 anos, residente em Mundo Novo, não resistiu à dengue. Os sintomas surgiram em 30 de abril de 2023, e o óbito ocorreu em 04 de maio.
  4. Naviraí:
    • Um homem de 90 anos, do sexo masculino, perdeu a vida devido à dengue. O início dos sintomas foi registrado em 18 de abril, e a data do óbito foi 27 de abril.
  5. Itaquiraí:
    • Um caso fatal foi registrado em Itaquiraí, envolvendo um homem de 43 anos. O início dos sintomas foi em 13 de maio, e o óbito ocorreu em 17 de maio.

Casos confirmados de dengue por município:

  • Naviraí: 1.344
  • Caarapó: 971
  • Itaquiraí: 505
  • Juti: 459
  • Mundo Novo: 265
  • Amambai: 136
  • Eldorado: 86
  • Iguatemi: 61
  • Paranhos: 40
  • Sete Quedas: 27
  • Coronel Sapucaia: 13
  • Tacuru: 09

Alerta

O secretário municipal de Saúde de Caarapó, Vinicio de Faria e Andrade, enfatiza a gravidade da situação: "A Dengue é uma doença séria, e a melhor forma de combatê-la é a prevenção." Ele reforça o apelo para que todos adotem práticas simples, como eliminar recipientes que possam acumular água parada, utilizar repelentes e, sempre que possível, manter as residências protegidas contra a presença do mosquito transmissor. O secretário destaca a importância da contribuição individual. “É fundamental que cada cidadão faça a sua parte. Juntos, podemos reduzir os casos da doença e criar um ambiente mais saudável para todos"

Sintomas da Dengue

Os sintomas comuns da dengue incluem febre, dores no corpo, dor de cabeça e erupções cutâneas. Em casos mais graves, a doença pode evoluir para a dengue grave, caracterizada por hemorragias, choque e falência de órgãos.

Cuidados para Prevenção

A prevenção é a chave para combater a dengue. Além de eliminar possíveis criadouros, como recipientes com água parada, é fundamental adotar medidas simples, como manter recipientes de água fechados, trocar a água de vasos de plantas regularmente e evitar acúmulo de lixo em locais propícios para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. O uso regular de repelentes também se mostra eficaz na proteção individual. Além disso, é essencial conscientizar a população sobre a importância de manter suas residências protegidas, por meio de telas em janelas e portas, contribuindo assim para a diminuição do risco de infecção.

Dia D no MS

No último sábado (18), o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, através da Secretaria de Estado de Saúde (SES), promoveu o Dia D de combate à dengue, zika e Chikungunya durante a Ação Cidadania promovida pelo Sistema FIEMS. A iniciativa visa mobilizar a população para a realização de ações de combate ao vetor dos agravos, como o mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão das doenças. Com a chegada do verão e o aumento da proliferação do mosquito, a população é alertada para redobrar os cuidados e evitar possíveis criadouros, contribuindo assim para o controle das doenças transmitidas por esse vetor.

Leia também

Edição Digital

Jornal A Gazeta – Edição de 17 de maio de 2024

Clique aqui para acessar a edição digital do Jornal...

Enquete