Gazeta de Amambaí


Domingo, 10 de Junho de 2018 às 15:02

Homem quase morre por picada de cabeça de cobra cortada do corpo

Cascavel
Image captionMovimento de reflexo muscular permite cobra picar mesmo após ter sido morta

Um homem do Texas, nos Estados Unidos, precisou de 26 doses de antídoto de veneno de cobra após ter sido picado pela cabeça cortada de uma cascavel que ele havia matado.

Jennifer Sutcliffe disse à emissora local KIII-TV que seu marido estava trabalhando no jardim quando viu a cascavel, de 1,25 m, e a decapitou.

Quando ele pegou os restos da serpente para se livrar deles, a cabeça então o mordeu.

O reflexo de mordida de uma cobra pode ser desencadeado até várias horas após a sua morte.

Sutcliffe disse que seu marido imediatamente começou a ter convulsões.

Ele foi levado de sua casa para o hospital, onde foi tratado com o antídoto CroFab.

O veneno da cascavel, conhecida pelo seu chocalho na extremidade, destrói células do sangue das vítimas, causa necroses, lesões musculares e afeta os sistemas nervoso e renal.

Mais de uma semana após o incidente, o homem está em condição estável, mas com a função renal enfraquecida.

Leslie Boyer, médica especializada em antídotos do Instituto de Víboras da Universidade do Arizona, alertou sobre os perigos de se tentar matar cobras, particularmente cortando-as.

"É cruel para o animal e deixa você com um pedaço menor que é venenoso para pegar", disse ela ao site de notícias Gizmodo.

Menino indiano segura uma serpente em Alaabaad, na ÍndiaDireito de imagemAFP
Image captionA Organização Mundial de Saúde alerta para o aumento do número de picadas de cobras

Alerta para as picadas de cobra

As picadas de cobra agora são uma "prioridade global de saúde", de acordo com uma nova resolução aprovada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) neste ano.

A OMS afirma que complicações ligadas a ataques de víboras as tornam uma das doenças tropicais mais negligenciadas.

Segundo o órgão, cerca de cinco milhões de picadas de cobra ocorrem a cada ano - e entre 81 mil e 138 mil pessoas morrem.

Centenas de milhares de pessoas ficam com danos permanentes - de cegueira e membros amputados - após ataques de cobras.

Cobras venenosas geralmente são classificadas em duas categorias.

Serpentes com presas fixas geralmente usam veneno neurotóxico que afeta o sistema nervoso e a respiração. Já as espécies com presas retrácteis os utilizam apenas quando atacam suas presas. Sua toxina geralmente destrói o tecido da pele e causa hemorragia interna.

O que você deve fazer se for mordido por uma cobra?

O NHS, o sistema de saúde do Reino Unido, aconselha os seguintes passos se você ou outra pessoa for mordida por uma cobra:

• Permaneça calmo e procure atendimento médico imediato.

• Mantenha a parte afetada do corpo o mais imóvel possível e remova as joias ou relógios

• Afrouxe, mas não remova as roupas

Não faça:

• Sugar o veneno da mordida

• Cortar o veneno da mordida ou sangrar

• Aplicar qualquer coisa na ferida, incluindo gelo, calor ou produtos químicos

• Deixar a pessoa que levou a picada sozinha

• Colocar qualquer coisa ao redor do membro, como um torniquete, pois isso não impedirá a propagação do veneno e poderá piorar o inchaço, levando à amputação.

Também é importante não tentar manipular ou capturar uma cobra potencialmente venenosa. Mesmo as cobras mortas devem ser manuseadas com cautela, já que o sistema nervoso de espécimes mortas recentemente ainda pode estar ativo e causar uma picada venenosa.

Fonte: BBC Brasil

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Saúde

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.