Gazeta de Amambaí


Sábado, 02 de Junho de 2018 às 03:02

Saiba como guardar comida na geladeira para evitar contaminação

É importante organizar a geladeira entendendo que cada alimento tem um lugar determinado

Através da campanha " SUH: pequenos grandes cuidados", o Servicio Nacional da Seguridad Agroalimentaria (Senasa) da Argentina divulgou uma série de cuidados ao estocar comida na geladeira a fim de evitar doenças transmitidas através de alimentos. Uma das principais enfermidades a serem prevenidas é a síndrome hemolítica urêmica (HUS) que é causada por algumas estirpes da bactéria Escherichia coli.

Para isso é importante organizar a geladeira entendendo que cada alimento tem um lugar determinado a fim de permitir que a temperatura seja uniformemente distribuída, melhorando consequentemente a conservação dos produtos armazenados nela. Outros fatores também devem ser levados em consideração na hora de organizar os alimentos como umidade, ventilação e o estado do alimento guardado.

De acordo com a entidade, os produtos cozidos devem ser armazenados em locais mais acessíveis de acordo com a data de validade destes, sendo que os que expiram antes devem ser colocados à frente dos que tem vida útil mais longa. Os laticínios, ovos e massas podem ser dispostos nas prateleiras do meio, evitando posicioná-los na porta para evitar que eles mudem de temperatura quando abertos.

Um alimento que requer grandes cuidados na hora da armazenagem são as carnes, que precisam ser mantidas em baixas temperaturas por serem muito perecíveis, sendo guardados cobertos de preferência na prateleira que fica na gaveta de vegetais. Já o lugar das frutas e verduras é na parte inferior da geladeira e a porta da mesma é indicada para os condimentos e curativos, que geralmente não exigem temperaturas tão baixas.

A Senasa também recomenda que o refrigerador seja aberto o mínimo possível e por períodos curtos de tempo. Além disso, a limpeza completa do aparelho deve ser realizada a cada 30 dias, salvo em casos de derramamento de produtos, que devem ser removidos imediatamente.  

Fonte: Agrolink

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Saúde

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.