Gazeta de Amambaí


Sexta-Feira, 29 de Dezembro de 2017 às 11:09

Por que brincar ao ar livre pode melhorar a visão do seu filho

Crianças olhando para a tela do computador

Direito de imagem

GETTY IMAGES

As crianças tendem a passar horas a fio diante de smartphones, videogames, computadores e tablets.

Brincar com aparelhos eletrônicos certamente estimula hábitos sedentários, mas você já se perguntou o que o uso regular destes dispositivos pode fazer com a visão do seu filho?

Embora ainda não existam muitas pesquisas sobre o impacto das telas na visão - afinal de contas, o iPhone foi lançado pela Apple apenas em 2007 -, especialistas alertam para a crescente incidência de miopia em crianças.

E, segundo eles, o melhor que os pais podem fazer para prevenir é incentivar a prole a passar mais tempo praticando atividades ao ar livre, aproveitando a luz do dia.

Miopia em ascensão

Nas últimas décadas, foi registrado em todo o mundo um forte aumento nos casos de miopia - distúrbio visual que afeta a visão à distância.

"Sabemos que a miopia está se tornando mais comum", afirma Chris Hammond, professor de Oftalmologia do King's College London e consultor de cirurgia oftalmológica no Hospital St Thomas, também em Londres.

"Ela alcançou níveis epidêmicos no leste da Ásia, em Cingapura, Taiwan e Coreia do Sul, onde cerca de 90% dos jovens de 18 anos são míopes atualmente."

"Na Europa, o percentual de jovens adultos, na faixa de 20 anos, que têm miopia pode chegar a 40% - 50%. A incidência vem aumentando gradualmente ao longo das décadas do século 20", completa.

Por que é cada vez mais comum?

Annegret Dahlmann-Noor, consultora de Oftalmologia do Moorfields Eye Hospital, em Londres, atribui o aumento dos casos de miopia à falta de exposição à luz natural.

"O principal fator parece ser a falta de exposição à luz solar direta, porque crianças que estudam muito e usam smartphones, computadores ou tablets com frequência têm menos oportunidades de brincar ao ar livre, ficando menos expostas à luz do sol. Por isso, apresentam um risco maior de desenvolver miopia."

Hammond vai além:

"Pode não ser coincidência que, nos países do leste asiático, os mais míopes participem de campeonatos de matemática."

Crianças chinesas estudandoDireito de imagemGETTY IMAGES

"Essas crianças recebem uma educação muito intensa desde cedo e passam muito tempo em casa estudando, lendo de perto, e têm pouquíssimo tempo ao ar livre."

"A preocupação é que toda atividade que requer aproximar a visão - como usar tablets ou smartphones - tem o potencial de torná-los mais míopes."

Devemos proibir ou limitar o uso das telas?

Sem dúvida, é muito mais fácil na teoria do que na prática. Qualquer pai sabe como os jovens são apegados aos seus smartphones. Tentar restringir o uso dos aparelhos - sem um bom argumento - é praticamente impossível.

Para Dahlmann-Noor, que é mãe de três filhos, proibir o uso dos dispositivos não é uma proposta realista.

"Você pode dizer a eles que isso pode causar desconforto nos olhos, que eles podem ficar míopes e que não devem usar direto", sugere.

"Mas, sinceramente, não acho que há como fugir disso, porque eles também precisam dos laptops e tablets para fazer o dever de casa da escola. Eles usam as ferramentas de busca para fazer pesquisas."

"E, se você é um adolescente e precisa fazer uma revisão para uma prova importante (como o Enem), então realmente você não pode se desconectar, pode? Por isso, eu não acho que a gente consiga reduzir o uso da tela nos próximos anos", acrescenta.

Atividade ao ar livre é fundamental

O melhor a se fazer então, de acordo com especialistas, é levar as crianças para brincar ao ar livre o máximo possível.

"A prevenção contra o desenvolvimento da miopia é passar tempo ao ar livre - esporte e lazer a céu aberto protegem a visão", diz Hammond.

"Em um mundo perfeito, passar uma média de duas horas por dia ao ar livre, durante a semana e o fim de semana, poderia evitar a miopia em crianças".

Segundo ele, uma pesquisa realizada em Sydney, na Austrália, mostrou que apenas 3% das crianças com ascendência chinesa que moravam na cidade - e passavam duas horas por dia ao ar livre - eram míopes aos seis anos, em comparação com quase 30% das crianças da mesma idade em Cingapura.

"Isso sugere, mais uma vez, que o estilo de vida ao ar livre é bom para os olhos."

E não se esqueça dos legumes e verduras

Dahlmann-Noor lembra, por sua vez, que a alimentação também está ligada à visão.

"Nós sempre falamos com os pais sobre os ácidos graxos essenciais do ômega-3, as vitaminas A, C e E e os nutrientes que são bons para o fundo do olho", explica.

"Uma dieta saudável é realmente importante - no que se refere a consumir peixes oleosos, abacates, legumes e verduras verdes, o máximo possível."

Criança coloca verdura no carrinho de comprasDireito de imagemGETTY IMAGES

Ela também recomenda fazer exames de vista anuais.

Como saber se seu filho está ficando míope?

De acordo com o serviço de saúde público do Reino Unido (NHS, na sigla em inglês), os sinais de que seu filho pode ser míope incluem:

  • precisar sentar nas primeiras fileiras na sala de aula porque tem dificuldade de ler o que está escrito no quadro
  • assistir televisão de perto
  • reclamar de dor cabeça ou cansaço nos olhos
  • esfregar a vista com frequência

A miopia é causada pelo crescimento excessivo do globo ocular, dificultando a formação de uma imagem na retina. Com isso, objetos distantes parecem desfocados, mas aqueles que estão próximos são vistos com nitidez.

Esperança de tratamento

Embora os casos de miopia provavelmente continuem a subir, a esperança é que os pesquisadores encontrem formas de reduzir sua progressão.

"O que precisamos analisar, em termos de pesquisa e desenvolvimento, é uma maneira de modificar o impacto que essas atividades têm no desenvolvimento visual", afirma Dahlmann-Noor.

Hammond acrescenta:

"Existem colírios e outros tratamentos para retardar a progressão da miopia. Mas, no que se refere à prevenção da própria miopia, não há dados disponíveis no momento para saber se as gotas que usamos para diminuir a progressão poderiam interromper o desenvolvimento da miopia de vez'".

"Eu acho que esse será o próximo passo lógico das pesquisa, uma vez que em países como a China - em que anualmente 10% das crianças de cada turma nas escolas estão ficando míopes por volta dos seis anos- há um argumento claro para tentarmos evitar isso."

Fonte: BBC Brasil

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Saúde

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.