Gazeta de Amambaí


Sábado, 14 de Outubro de 2017 às 10:02

Óleo de soja transgênica causa menos obesidade

Induz menos a resistência à insulina que o azeite convencional

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, na universidade de Riverside, testaram o uso de óleo de soja geneticamente modificado em restaurantes e chegaram a conclusão de que o produto induz menos à obesidade e a resistência à insulina que o azeite convencional, porém tem um efeito controverso quanto às gorduras no fígado. O óleo de soja comum é rico em gorduras saturadas, especialmente o ácido linoleico, e provoca obesidades, diabate, resistência a insulina e gordura no fígado.

Na pesquisa, os pesquisadores utilizaram o Plenish, que foi lançado pela DuPont em 2014. O produto é geneticamente modificado para ter um baixo ácido linoleico e ficar parecido ao azeite de óliva. O estudo, publicado na revista Nature Scientific Reports, é o primeiro a comparar efeitos matabólicos de longo prazo comparando o óleo de soja convencional com o transgênico. Os dois azeites também foram comparados ao óleo de côco, que é rico em gorduras saturadas, mas causa o menor aumento de peso entre todos os azeites.

"Nós concluímos que os três óleos aumentaram os níveis de colesterol no fígado e no sangue, dissipando o mito popular de que o óleo de soja reduz o colesterol", disse Frances Sladek, professor de Biologia Celular e líder do projeto de pesquisa na universidade californiana.

Depois, os pesquisadores também comparam o óleo de soja com o óleo de oliva, que é tido como um dos azeites mais saudáveis, mas a pesquisa chegou a uma constação diferente. "Nos nossos experimentos com ratos, o óleo de oliva produziu efeitos idênticos ao Plenish - mais obesidade que óleo de côco e menos que o óleo de soja convencional - e fígados muito gordos, o que foi uma grande surpresa", disse Poonamjot Deol, assistense do projeto.

Sladek explicou que alguns dos efeitos metabólicos negativos de gordura animal que se veem presentes em roedores podem ser devidos ao alto nível de ácido linoleico, dado que a maioria dos animais são alimentados com farelo de soja. "É por isso que se vê que uma dieta baseada em óleo de soja tem efeitos idênticos a uma dieta basada em banha de poroco," afirmou.

Fonte: Agrolink

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Saúde

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.