Gazeta de Amambaí


Quinta-Feira, 06 de Dezembro de 2018 às 10:02

Composto para a canola será lançado em 2020

Produto tem o intuito de produzir plantas mais saudáveis e fortes

Um novo curativo para sementes de canola, que impulsionar o estabelecimento da colheita e o crescimento inicial será lançado no mercado de agroquímicos no ano de 2020. De acordo com a Bayer, desenvolvedora do produto, o composto está definido para incluir dois fungicidas e, possivelmente, um bioestimulante.

Além disso, a empresa afirma também que algumas mudanças ainda podem ser feitas no composto antes do seu lançamento, já que existem dois anos pela frente. Por exemplo, um novo inseticida, que pode ser adicionado em mais dois ou três anos, e chegará a tempo, já que os tratamentos com semente de fungicida não podem ser usados após o outono de 2019.

Lee Harker, gerente de negócios de crescimento de sementes do grupo Bayer, diz que os dois fungicidas controlam o míldio, o phoma, a mancha foliar e o amortecimento em plantas jovens. “O novo tratamento de sementes proporciona um melhor estabelecimento para produzir plantas mais saudáveis e fortes, que serão mais capazes de resistir a ataques de besouros da pulga do caule”, disse ele ao Farmers Weekly.

Nesse cenário, os pesquisadores dizem que o controle de besouros e pulgas na canola tem sido difícil, uma vez que os tratamentos de sementes com neonicotinóides foram proibidos no final de 2013, com algumas culturas gravemente danificadas e outras tendo sido destruídas. O novo produto, sob o nome de Aceleron, conterá os dois fungicidas fluopicolida e a estrobilurina fluoxastrobina.

Um bioestimulante pode ser adicionado para ajudar a evitar que o fosfato seja trancado no solo. O produto é visto como parte de um pacote global para proporcionar um rápido estabelecimento da planta. 

Fonte: Agrolink

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Rural

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.