Gazeta de Amambaí


Domingo, 29 de Julho de 2018 às 09:02

CCAB investe na expansão da presença no Brasil

Maior aliança de cooperativas de produtores rurais da América Latina, a CCAB prospecta novos territórios no Sul, Sudeste e em Mato Grosso do Sul e Goiás.

Depois de dez anos atuando com foco no cerrado brasileiro, especialmente, nos estados da Bahia e Mato Grosso, a CCAB Agro, Companhia das Cooperativas Agri´colas do Brasil, que representa 55 mil produtores rurais, investe na expansão de sua presença no país. A contratação de dez engenheiros agrônomos para representar a empresa no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul é parte desse esforço, aditivado pela entrada da CCAB na plataforma global da central de cooperativas francesa Invivo, no final de 2016.

Com a penetração nos estados do Sul e Sudeste, e também em Goiás e Mato Grosso do Sul, a CCAB, que comercializa defensivos agrícolas genéricos (pós-patente) e biológicos, quer enfatizar outros produtos do seu portfolio, voltados para culturas como arroz, hortifruti e cana-de-açúcar, sem perder o foco dos itens tradicionalmente voltados aos cultivos do cerrado, como soja, milho e algodão.

Vetor de Inovação

De acordo com o CEO da companhia, Jones Yasuda, a chegada da Invivo, cujo braço agrícola é a Bioline, representa, ainda, uma oportunidade de tornar a CCAB um vetor de inovação para empresas de defensivos que não têm presença no Brasil. “São companhias, sobretudo, japonesas, que querem acessar o mercado brasileiro, hoje dominado pelas multi. Queremos ser essa ponte”, explica.

De acordo com o líder de Negócios da CCAB, Afonso Henrique Matos, os profissionais que vão representar a companhia nas novas áreas foram contratados em suas próprias regiões, parte deles, atraídos de empresas tradicionais de químicos agrícolas. “Estamos treinando esse time, que chega ao mercado vendendo não apenas produtos, mas a imagem de uma empresa que se preocupa com qualidade, incremento da produtividade e da competitividade do agro do Brasil”, conclui.

Fonte: Agrolink

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Rural

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.