Gazeta de Amambaí


Quinta-Feira, 28 de Junho de 2018 às 15:02

Projeto para cultivar vegetais em Marte ganha força

As condições climáticas do local de cultivo são totalmente opostas ao recomendável para a produção de culturas

O projeto de cultivar verduras em Marte e na lua está ganhando força a partir de um experimento do Centro Espacial Alemão (DLR) na Antártida. O DLR anunciou, na segunda-feira (25.06) que conseguiu colher vegetais plantados na estufa EDEN ISS, que fica localizada em uma região imprópria para a agricultura.

De acordo com o DLR, a EDEN ISS funciona como um sistema completamente fechado, onde a água que não é absorvida pelas plantas é totalmente reutilizada. Paul Zabel, cientista do DLR e responsável pela estufa nos últimos quatro meses, afirma que o processo é bastante trabalhoso, mas os resultados são igualmente significativos.

“O trabalho dentro e ao redor da estufa é muito intenso. Cerca de metade do meu tempo é dedicada à semeadura, cuidados com a planta e colheita, a outra metade aos sistemas técnicos da estufa e à realização de cerca de 40 experimentos e procedimentos de validação”, explica.

As condições climáticas do local são totalmente opostas ao recomendável para a plantação e colheita de alimentos. Nesse cenário, a temperatura de - 45ºC a noite faz com que os pesquisadores invistam mais tempo e recursos nos projetos para cultivo de alimentos fora do planeta, apostando em ambientes maiores e no sistema de estufa vertical.

Dentre frutas, verduras e legumes que foram plantados na estufa de 13 metros quadrados, os pesquisadores colheram 35 kg de pepino, 39 kg de alface, 17 kg de tomate, 7 kg de couve-rábano e 4 kg de rabanete. Os produtos foram usados na alimentação dos dez cientistas da estação de pesquisa Estação Neumayer II, que é operada pelo Instituto Alemão Alfred Wegener e vizinha do experimento.  

Fonte: Agrolink

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Rural

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.