Gazeta de Amambaí


Quarta-Feira, 09 de Maio de 2018 às 12:01

Morgan lança novo híbrido de milho

Morgan Sementes e Biotecnologia lança na feira um novo híbrido para produção de grãos em lavouras de alto investimento

A Morgan Sementes e Biotecnologia lança na 18ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins), em Palmas, um novo híbrido para produção de grãos em lavouras de alto investimento no estado de Tocantins. O MG711 é resultado de melhoramento genético para proporcionar produtividade e estabilidade produtiva nas lavouras de alto investimento. A marca também apresenta no evento a nova tecnologia PowerCore™ Ultra, que age no combate das principais pragas do milho e auxilia no manejo de herbicidas.

O MG711 possui alto potencial produtivo aliado a ótimo empalhamento, excelente sanidade de grãos e qualidade de colmo que proporciona segurança e facilidade na colheita. É indicado para integração com híbridos de ciclo mais precoce, permitindo o escalonamento da colheita.

Além do MG711, os agricultores que visitarem o estande da Morgan também podem conhecer o 30A37, material com ampla adaptação de Norte a Sul do país, tanto no verão quanto na safrinha. O híbrido conquistou a preferência dos produtores rurais por sua alta produtividade, precocidade, estabilidade de produção e flexibilidade de plantio em diversas épocas dentro da janela de semeadura.

O portfólio indicado para produção de grãos inclui ainda o MG580 e MG600, materiais altamente produtivos que aliam estabilidade com alto teto produtivo. O MG 600 facilita o gerenciamento de colheita devido à sua excelente qualidade de colmo já o MG580 tem na precocidade uma de suas vantagens, proporcionando flexibilidade no manejo da colheita e segurança nos plantios de safrinha. Para lavouras de médio e alto investimento, que visam a produção de grãos de qualidade superior, a marca leva para a Agrotins os híbridos MG744 e MG699, que se destacam pela rusticidade.

Silagem

Os agricultores interessados nas sementes mais indicadas para produção de silagem a Morgan leva para a feira o 30A91, material de ampla adaptação, e o 20A78, material de ciclo superprecoce indicado para antecipação de colheita e fechamento de plantio. Também faz parte do portfólio para a região o MG652, outro material que, além de ser indicado para produção de grãos, resulta em uma silagem de ótima digestibilidade e alto valor energético. Os materiais indicados para produção de silagem de planta inteira e grãos úmidos serão apresentados em ponto de colheita para silagem, com grãos leitosos.

Aliado ao potencial genético de suas sementes, a Morgan também oferece tecnologias capazes de aumentar a produtividade e a renda do agricultor, de acordo com condições de investimento e clima. No estande da marca, uma equipe de especialistas apresentará as vantagens do Tratamento de Sementes Industrial para a produtividade da lavoura e também as características e resultados da inovadora tecnologia PowerCore™ Ultra, em fase de lançamento.

Ultra – PowerCore™ Ultra é uma tecnologia inovadora de milho que agrega seis proteínas com o objetivo de auxiliar no aumento da rentabilidade no campo, de acordo com condições climáticas e a adoção das práticas de manejo adequadas. Quatro proteínas inseticidas auxiliam no controle das principais pragas da cultura do milho, incluindo tanto lepidópteros da parte aérea quanto lagartas de solo. Outras duas proteínas conferem às plantas tolerância aos herbicidas glifosato e glufosinato de amônio.

A ação das proteínas inseticidas de PowerCore™ Ultra reduz a chance da praga desenvolver resistência simultânea, auxiliando no controle das seguintes populações que atacam a cultura do milho: Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda), Lagarta-elasmo (Elasmopalpus lignosellus), Broca-do-colmo (Diatraea saccharalis), Lagarta-rosca (Agrotis ipsilon), Lagarta-da-espiga (Helicoverpa zea) e Lagarta-preta-das-folhas (Spodoptera cosmioides). Já a tolerância ao glifosato e ao glufosinato, proporciona mais segurança e flexibilidade ao controle de um amplo espectro de plantas daninhas permitindo que a lavoura expresse ao máximo seu potencial produtivo.

A utilização das tecnologias PowerCore™ e PowerCore™ Ultra requer a adoção de boas práticas agrícolas para manter a suscetibilidade das pragas-alvo. Recomenda-se a adoção de rotação de culturas, dessecação antecipada, tratamento de sementes, plantio de refúgio estruturado efetivo, controle de plantas daninhas e voluntárias e, se necessário, aplicação complementar de inseticidas. 

Fonte: Agrolink

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Rural

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.