Gazeta de Amambaí


Sexta-Feira, 03 de Novembro de 2017 às 18:02

Setor produtivo discute portaria que dispõe sobre trabalho escravo em Brasília

O presidente da Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), Christiano Bortolotto, participou na terça-feira (31) de reunião no MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), em Brasília, para discutir as diretrizes da portaria do órgão que dispõe sobre o trabalho análogo a escravo no Brasil.

O grupo foi recebido pelo Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, e usou a oportunidade para falar que todo o setor produtivo é prejudicado devido às diversas interpretações acerca do que é trabalho análogo a escravo.

Desta forma, discutiu-se a necessidade de levar o assunto a debate público por meio de formadores de opinião e notas na imprensa para mostrar à sociedade que há distorções no entendimento desse conceito e que, portanto, a portaria traz clareza sobre esse assunto.

O grupo ainda reforçou ao ministro que é preciso realizar um trabalho de parceria entre Governo e entidades para fornecer conhecimento, esclarecimento e fortalecimento econômico ao país.

Além da Aprosoja/MS, participaram do encontro o presidente da Aprosoja Brasil, Marcos da Rosa, e da Aprosoja Goiás, Bartolomeu Braz, além do presidente do Instituto Pensar Agro, Fábio Meireles Filho.

Fonte: Aprosoja MS

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Rural

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.