Gazeta de Amambaí


Quinta-Feira, 11 de Maio de 2017 às 06:04

Rural consegue flexibilização na paridade de exportação do milho junto ao Governo do Estado

O setor produtivo de Mato Grosso do Sul conseguiu junto ao Governo do Estado a flexibilização na paridade de exportação do milho, na manhã desta quarta-feira (10), na sede da Governadoria, em Campo Grande.

A reunião foi agendada pelo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito; pelo presidente da OCB/MS, Celso Régis; pelo presidente da Aprosoja/MS, Christiano Bortolotto; e pelo presidente da Ampasul, Walter Schlatter.

O encontro teve a participação do secretário de Estado de Gestão Estratégica, Eduardo Riedel; do secretário de Estado de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e Agricultura Familiar, Jaime Verruck; do secretário de Estado de Fazenda, Márcio Monteiro; e do superintendente de Administração Tributária, Lauri Luiz Kener.

“Buscamos o Governo devido à expectativa de produzirmos mais de 9 milhões de toneladas de milho em Mato Grosso do Sul, na safra 2016/2017, que aliada ao estoque de passagem próximo a 50% da safra de soja, preocupa o setor produtivo frente à capacidade estática de armazenamento, que é de 8 milhões de toneladas”, afirma Mauricio Saito.

Ainda na reunião, o presidente da Ampasul reivindicou a flexibilização da paridade de exportação para o algodão e o governador se comprometeu em avaliar.

“Em um cenário de dificuldades enfrentado pelos produtores, principalmente pela depreciação dos preços do milho, o Governo confirmou a flexibilização que proporcionará melhores condições para o escoamento da safra, bem como a melhora na precificação e competitividade dos nossos produtos”, pontua Saito. 

Fonte: Famasul

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Rural

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.