Gazeta de Amambaí


Segunda-Feira, 14 de Maio de 2018 às 16:27

Luiz Macarrão volta a cobrar CMEI no Santa Marta I e II

O vereador também cobrou informações da São Bento Incorporadora LTDA sobre a rotatória na entrada do residencial Eco Park que ainda não foi construída

Clique na Imagem para ampliá-la

Foto: Assessoria

O vereador Luiz Macarrão (DEM), voltou a cobrar a municipalidade que destine uma equipe técnica para avaliar a estrutura e espaço físico do antigo Lions Clubs – a fim de transformar o local em um Centro de Educação Infantil para atender o bairro Santa Marta I e II.

De acordo com o vereador proponente a cidade cresceu muito nos últimos anos e os moradores que residem nos bairros Jardim Santa Marta I, II e Capitão Vigário I e II, ainda não foram contemplados com o CMEI.

Luiz Macarrão se comprometeu a intermediar um dialogo com o deputado Zé Teixeira (DEM) e juntos buscarem apoio do Governado do Estado para viabilizar recursos. “Eu já havia feito uma indicação pedindo este estudo técnico, mas como sabemos que o município não dispõe de recurso para executar a adequação vamos propor agora uma reunião com a esfera estadual em busca de apoio e recursos”, disse Luiz Macarrão.

“Mesmo assim, acreditados que primeiramente deve ser feito um estudo técnico a fim de levantar custos, em posse de um projeto partiremos para captação de recursos. Agora vamos intensificar essas cobranças, pois os moradores daquela região onde o Lions está localizado atualmente precisam se deslocar até outros locais distantes para poderem deixar seus filhos nos Centros de Educação Infantil”, explicou o Luiz Macarrão.

O vereador Luiz Macarrão também deve apresentar um requerimento nesta terça-feira (15), endereçado a São Bento Incorporadora LTDA, requerendo informações sobre a rotatória na entrada do residencial Eco Park que ainda não foi construída.

Requerimento

O vereador Luiz Macarrão também deve apresentar um requerimento nesta terça-feira (15), endereçado a São Bento Incorporadora LTDA, requerendo informações sobre a rotatória na entrada do residencial Eco Park que ainda não foi construída.

Segundo explicou o requerente, constantemente os moradores do bairro questionam sobre a insegurança e o perigo ao sair da rodovia para ter acesso ao bairro. Luiz Macarrão cita no documento que no projeto inicial do loteamento a empresa se comprometeu as construir a rotatória, no entanto não o fez.

“Em resposta ao primeiro requerimento que fizermos a empresa nos informou via ofício de nº 24/2016 que o projeto da obra estava em andamento, no entanto, ao visitar o local constatei que não há indícios de obras no local, por isso estamos reiterando o requerimento”, afirmou Luiz Macarrão. 

Fonte: Assessoria Câmara de Caarapó

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Região

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.