Gazeta de Amambaí


Quinta-Feira, 09 de Novembro de 2017 às 03:04

Prefeito de Tacuru contesta dados populacionais do IBGE

Objetivo é aumentar o repasse do FPM.

Clique na Imagem para ampliá-la

O prefeito Carlinhos, o presidente da Câmara, vereador Som e o secretário Ito, durante visita a Brasilia. (Foto: CNM)

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) recebeu a visita no mês passado (outubro) do prefeito de Tacuru (MS), Carlos Pelegrino. Ele esteve acompanhado de um vereador e dois secretários para aprofundar o conhecimento em diversas áreas, dentre as quais Finanças. Essa foi a primeira vez que o grupo visitou a nova sede da entidade em Brasília.

Tacuru foi o único Município sul-mato-grossense a ter eleições suplementares, isso quer dizer fora do período tradicional. Portanto, o prefeito começou a exercer seu mandato há apenas alguns meses. Diante de tantas novidades, o gestor veio em busca de orientações técnicas.

Primeiramente, ele foi recebido pela equipe institucional, quem apresentou o trabalho da entidade e o conteúdo disponível no Espaço do Contribuinte. Em seguida, Pelegrino pode conversar com a área técnica de Finanças. Durante o diálogo, ele recebeu um panorama contendo previsão dos valores do Fundo de Participação (FPM) e outros recursos importantes como o Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR).

Por meio do panorama, o prefeito notou que o número de habitantes contabilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) não condiz com a realidade do seu Município. Nesse sentido, foi orientado a contestar a contagem populacional junto ao órgão. “Nosso coeficiente [do FPM] hoje é 0,8 e poderia subir para 1,2. Temos muito mais do que 11 mil habitantes”, afirmou Pelegrino.

Outros temas ligados ao desenvolvimento da agricultura, como o crédito fundiário e o plano de trabalho, também estiveram em pauta. Ao final da visita, o secretário de desenvolvimento econômico, habitação e comércio, Odilon Trindade, fez um elogio ao atendimento recebido.

“Perde muito aquele Município que não ocupa esse espaço, que não procura essas informações. E o que a gente vê aqui é um pronto atendimento dos funcionários, que nos atendem com simpatia e motivação. E isso para nós é fundamental”.

Fonte: Assomasul

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Região

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.