Gazeta de Amambaí

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Domingo, 08 de Janeiro de 2017 às 17:20

MS-180 permanece em péssimo estado de conservação no Cone Sul

Abandono é sinônimo de prejuízo, perigo e retrocesso para o desenvolvimento.

Clique na Imagem para ampliá-la

Os problemas se estendem ao longo dos 100 quilômetros da MS-180 entre Juti e Iguatemi. Em alguns pontos o asfalto que foi concluído há um ano, simplesmente desapareceu. (Fotos: Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

Trechos de rodovias estaduais que cortam a região Cone Sul de Mato Grosso do Sul permanecem em condições precárias.

São buracos no asfalto, falta de acostamento, sinalização e em determinados trechos a situação de abandono é sinônimo de prejuízos, provocando estouro de pneus, danificando suspenção de veículos, além de colocar em risco a segurança de quem trafega e representar um verdadeiro obstáculo para o desenvolvimento da região.

Implantada com o proposito de ser um canal de desenvolvimento para o extremo sul de Mato Grosso do Sul, a Rodovia MS-180, que liga a BR-163 em Juti a MS-295, em Iguatemi, cuja pavimentação foi concluída no início do ano passado (2016) e nem chegou a ser inaugurada, tem locais que o asfalto não existe mais.

Nos trechos onde o asfalto ainda permanece os buracos tomam conta da via e colocam em iminente risco a segurança de quem trafega pela rodovia estadual.

Os problemas são vários, inclusive placas de sinalização que foram implantadas há pouco tempo e já estão praticamente ilegíveis.

Veja vídeo a situação de trechos da MS-180 entre Juti e Iguatemi

Em uma das cabeceiras da ponte sobre o Rio Amambai, trecho da MS-289 (que liga Amambai a Juti) no qual a MS-180 desemboca na região denominada “Bolichão”, uma depressão provoca solavanco, um iminente risco de acidente.

Em entrevista a uma emissora de TV no final do mês passado, o secretário de Estado de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, Ednei Marcelo Miglioli em relação a MS-180.

O secretário disse que até então o Estado estava impedido de adotar medidas para recuperar a rodovia por conta de situações jurídicas, mas que o Governo vai elaborar um projeto técnico e refazer todos dos cerca de cem quilômetros entre Juti e Iguatemi.

Veja a reportagem completa na edição impressa de sexta-feira (6) do jornal A Gazeta

Fonte: A Gazeta News

Veja mais fotos:

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Região

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.