Gazeta de Amambaí


Domingo, 29 de Outubro de 2017 às 22:06

Morre Didier Motchane, criador do símbolo socialista do punho e da ros

No Brasil, figura é usada pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT).

Didier Motchane, uma figura histórica do Partido Socialista (PS) da França e que esteve envolvido em sua refundação em 1971, conhecido como o criador de seu símbolo, o punho e a rosa, morreu neste domingo (29) aos 86 anos por decorrência de um câncer.

O jornal francês "Le Monde" publicou a notícia da morte de Motchane, cuja trajetória política esteve diretamente vinculada à do ex-ministro e antigo líder da esquerda Jean-Pierre Chevènement.

Com Chevènement, Motchane fundou em 1965 o Centro de Estudos, de Pesquisas e de Educação Socialista, que durante mais de 20 anos foi a cabeça visível da ala mais à esquerda da social-democracia francesa.

Seis anos depois, Motchane esteve entre os promotores do que ficou conhecido como "a união da esquerda", que no congresso de Épinay permitiu que François Mitterrand tomasse as rédeas do PS, um passo-chave para sua vitória nas eleições presidenciais de 1981.

 
Símbolo do punho e da rosa, criado por Didier Motchane (Foto: Charles Platiau/Reuters)Símbolo do punho e da rosa, criado por Didier Motchane (Foto: Charles Platiau/Reuters)Símbolo do punho e da rosa, criado por Didier Motchane (Foto: Charles Platiau/Reuters)

Motchane esteve por trás da criação de várias revistas políticas e do famoso símbolo do punho e da rosa, que se transformou em um ícone socialista em escala internacional, e é utilizado por muitos partidos ao redor do planeta, como o Partido Democrático Trabalhista (PDT), fundado por Leonel Brizola no Brasil em 1979.

Fonte: G 1

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Política

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.