Gazeta de Amambaí


Terça-Feira, 11 de Setembro de 2018 às 11:44

Homem é morto à facada pelo cunhado, em Amambai

Ao ser preso, indivíduo que em junho desse ano já havia sido preso por tráfico e usou uma faca de mesa para cometer o crime, disse que matou porque “deu vontade”.

Clique na Imagem para ampliá-la

Nas fotos a faca de mesa usada para o crime, a vítima fatal, Vando Araújo, a moradia onde ocorreu o assassinato e o autor do crime, Judelcio Duran. Ele foi autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil. (Fotos: Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

Um indígena de 19 anos foi preso e autuado em flagrante pelo delegado, Dr. Pedro Guimarães Ramos, pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil, em Amambai.

O assassinato a sangue frio aconteceu na noite dessa segunda-feira, dia 11 de setembro, na aldeia Limão Verde, onde vítima e autor residem.

De posse de uma faca de mesa, Judelcio Duran teria se aproximado do cunhado, que estava sentado na cama e desferido um único golpe contra o peito da vítima.

O Corpo de Bombeiros de Amambai foi acionado, mas ao chegar ao local se deparou com Vando Araújo, de 29 anos, já em óbito.

Depois de desferir a facada contra o cunhado, Judelcio tentou fugir, mas acabou detido por moradores da comunidade indígena e entregue à polícia.

Segundo a Polícia Civil, ao ser indagado o acusado teria relatado que não houve discussão e não tinha motivos para matar o cunhado, matou apenas porque “deu vontade”.

Judelcio, que havia sido preso em flagrante em junho deste ano por tráfico de drogas, mas na época foi liberado para responder ao processo em liberdade mediante alvará de soltura expedido pela Justiça, deverá ser levado a júri popular pelo assassinato do cunhado.

Fonte: A Gazeta News

Veja mais fotos:

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Polícia

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.