Gazeta de Amambaí


Quinta-Feira, 23 de Agosto de 2018 às 20:44

Polícia Civil apura possível aborto provocado, em Amambai

Feto de aproximadamente 6 meses foi encontrado em sacola, em terreno baldio.

Clique na Imagem para ampliá-la

O feto foi localizado dentro desta sacola plástica. A polícia apura se foi aborto espontâneo ou provocado, fator que caracteriza crime passível a Tribunal do Júri. (Foto: A Gazetanews)

Vilson Nascimento

A Polícia Civil está apurando um possível caso de aborto não espontâneo, em Amambai.

O feto, com idade entre 6 a 7 meses, segundo a polícia, foi encontrado na segunda-feira, dia 20 de agosto, por moradores dentro de uma sacola plástica e já parcialmente coberto de larvas, em um terreno baldio, na região da Vila Indiana.

Polícia já tem suspeita

Por meio de trabalho de investigação a Polícia Civil chegou a uma mulher de 30 anos, suspeita de ter sofrido, de forma espontânea, ou ter praticado o aborto, fator que configura crime, inclusive podendo a autora ser levada a júri popular.

Segundo apurou a Polícia Civil, na quinta-feira, dia 16 de agosto, a mulher, que reside nas proximidades onde o feto foi encontrado, teria pedido ajuda e sido socorrida pelo Corpo de Bombeiros para um hospital da cidade alegando estar passando por uma crise renal, fator que a equipe médica teria descartado após exames.

A mulher chegou a passar o final de semana internada na unidade de saúde, vindo a receber alta na segunda-feira (20) pela manhã. O feto foi encontrado nessa mesma data, porém no período da tarde.

Reportagem exclusiva do A Gazetanews. Proibida a reprodução total ou parcial sem que sejam citadas as respectivas fontes (veículo e repórter).

Fonte: A Gazeta News

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Polícia

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.