Gazeta de Amambaí


Quinta-Feira, 26 de Julho de 2018 às 19:52

SIG prende procurado por manter “boca de fumo” em Amambai

“Boca do Márcio” como era chamada, foi estourada no mês passado. Esposa do acusado foi presa, mas ele estava foragido, diz polícia.

Clique na Imagem para ampliá-la

O acusado, Márcio Chaves, de 30 anos. Ele estava com a prisão decretada pela Justiça por manter “boca de fumo” em Amambai e acabou preso pelo SIG na segunda-feira, dia 23. (Fotos: A Gazetanews

Vilson Nascimento

O SIG (Setor de Investigação Geral) da Delegacia de Polícia Civil prendeu, na tarde da segunda-feira, dia 23 de julho, em Amambai, Márcio Chaves de Oliveira, de 30 anos.

Segundo o SIG, Márcio, que estava com mandado de prisão expedido pela Justiça da Comarca em Amambai, foi preso em uma chácara pertencente a sua família, situada na região da Vila Limeira, a vila mais populosa da cidade, em Amambai.

Relembre o caso

A ação policial que resultou do decreto de prisão de Márcio Chaves teve início no dia 11 do mês passado (junho), quando a esposa do acusado, Suzana da Silva, de 32 anos, foi presa em flagrante sob acusação de manter, em conjunto com o marido, um ponto de venda de drogas, a chamada “boca de fumo” na região da Vila Santo Antônio, em Amambai.

Segundo a Polícia Civil, a chamada “Boca do Márcio”, já vinha sendo monitorada pela equipe de investigadores a pelo menos 20 dias e a ação foi desencadeada tendo em vista que informações levantadas pelo SIG davam conta que uma solda elétrica e uma lixadeira furtada na cidade teriam sido repassadas ao dono do suposto ponto de venda de drogas, Márcio Chaves de Oliveira.

De acordo com a Polícia Civil, durante a ação na residência do suspeito, além da furadeira e do aparelho de soltada, os policiais encontraram uma bicicleta furtada na semana anterior no centro de Amambai, porções de crack já embaladas e prontas para serem entregues aos usuários, mais de R$ 200,00 em notas de pequeno valor e vários produtos, que segundo a polícia possivelmente foram furtados e trocados por droga na boca de fumo.

A esposa de Márcio Chaves, Suzana da Silva, que segundo a polícia seria cúmplice do marido na atividade ilícita e estava na residência na hora da abordagem policial, foi presa e autuada em flagrante sob acusação de tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação.

Já Márcio Chaves de Oliveira não foi encontrado pela polícia na época dos fatos. Ele foi indiciado em inquérito pelos mesmos crimes dos quais a esposa foi acusada, segundo a Polícia Civil e o delegado responsável pelas investigações representou pela prisão preventiva do acusado junto ao Poder Judiciário.

A representação foi deferida pelo juiz que atuou no caso. A prisão foi decretada e o acusado acabou localizado e preso pelo SIG nessa segunda-feira, dia 23 de julho.

Fonte: A Gazeta News

Veja mais fotos:

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Polícia

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.