Gazeta de Amambaí


Domingo, 15 de Julho de 2018 às 17:11

Mulher é presa pelo DOF com “Skank” em Amambai

Mato-grossense que estava com a filha de 8 meses, disse que receberia R$ 2 mil para levar o entorpecente até seu estado de origem.

Vilson Nascimento

Suzekelle da Silva Borges, de 24 anos, moradora em Rondonópolis, estado de Mato Grosso, foi presa em flagrante por uma equipe do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), transportando 6 quilos de Skank na bagagem, no interior de um ônibus de passageiros, em Amambai.

A prisão aconteceu na manhã desse sábado, 14 de julho, durante barreira montada na Rodovia MS-289, trecho que liga Amambai a Coronel Sapucaia, na fronteira com o Paraguai.

Segundo a ocorrência policial, ao receber voz de prisão, a mato-grossense, que estava com a filha de 8 meses no colo, teria relatado aos policiais que havia apanhado a droga no rodoviária de Coronel Sapucaia e receberia R$ 2 mil para levar até a cidade onde reside.

Encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil, em Amambai, Suzekelle foi autuada em flagrante por tráfico de drogas.

O Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente de Amambai foi acionado e adotou as providências cabíveis em relação a criança encontrada de posse da acusada.

O que é o Skank

Skank (também conhecida como supermaconha e skunk) é uma droga mais potente que a maconha, ambas são retiradas da planta Cannabis sativa e, por esse motivo, possuem em suas composições o mesmo princípio ativo - THC (Tetra-hidro-canabinol).

Fonte: A Gazeta News

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Polícia

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.