Gazeta de Amambaí


Sexta-Feira, 22 de Junho de 2018 às 17:38

Falsos profissionais de saúde aplicam golpes em idosos em Amambai

Sitiante de 78 anos teve quase R$ 5 mil usurpado e ainda ficou conta de mais quase outros R$ 5 mil para pagar

Clique na Imagem para ampliá-la

A Polícia Civil está apurando o caso. (Foto: Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

A Polícia Civil está investigando a ação de indivíduos que se fazem passa por profissionais de saúde para aplicar golpes em idosos, em Amambai em região.

Em Amambai um sitiantes de 78 anos, perdeu mais de R$ 4,6 mil em dinheiro e ainda ficou com uma dívida de mais de R$ 4,8 mil para quitar por conta da ação dos golpistas.

Segundo a ocorrência policial, trajando uniformes semelhantes da profissionais da área, três homens chegaram à residência da vítima, situada na região da Vila Cristina, dizendo serem profissionais de saúde da prefeitura local e pediram para adentrar na casa e para ver documentos relacionados ao idoso.

Movido pela boa fé, o sitiante acolheu os estelionatários e no ato da apresentação dos documentos que estavam na carteira, o marginais tenham se apoderado do cartão bancário da vítima, que, como muitos  idosos fazem para não esquecer, estava com a senha anexo.

O sitiante só foi descobrir o golpe, que foi praticado no início desse mês de junho, tempos mais tarde. mas mesmo dia da visita dos supostos profissionais de saúde em sua casa, a vítima teve sacada de sua conta na instituição financeira com a qual trabalha, R$ 1.000,00. No dia seguintes os golpistas sacaram mais R$ 1.000,00 da conta do sitiante, fizeram duas compras no débito, uma no valor de R$ 137,00 e outra no valor de R$ 130,00 e também contraíram um empréstimo em nome da vítima no valor de R$ 2.350,00, que deverá ser pagado em 48 parcelas de R$ 100,69 cada.

A prefeitura

Procurada pela reportagem do A Gazeta, o Departamento de Comunicação da Prefeitura de Amambai informou que não é praxe pessoas que não sejam o agende de saúde regular da vila fazer visitas em residências, exceto em situações especiais como mutirões, por exemplo, mas nesses casos a população é avisada previamente.

A prefeitura informou que irá emitir um aleta  nos meios de comunicação sobre a atuação dos falsos profissionais de saúde e solicita aos moradores que vierem a ver pessoas estranhas a convivência da sociedade fazendo se passar por agentes públicos para checarem bem antes de passar dados pessoais.

Fonte: A Gazeta News

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Polícia

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.