Gazeta de Amambaí


Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2018 às 18:56

“Operação Licantropia” prende 15 suspeitos em Amambai

Ação desencadeada pela Polícia Civil prendeu desde acusados de manter “bocas de fumo”, de roubo, furto e receptação até procurado por estupro de vulnerável.

Clique na Imagem para ampliá-la

Sem precedentes no município, a “Operação Licantropia” resultou no cumprimento de mandado de prisão, quatro autuações em flagrante e deverá ter dez indiciados por crimes diversos. Todos relacionados ao uso de drogas. (Fotos: Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

Uma operação desencadeada durante essa terça (20) e quarta-feira, 21 de fevereiro, pelo SIG (Setor de Investigação Geral) em conjunto com a equipe de plantão na Delegacia de Polícia Civil local, resultou na prisão de 15 pessoas, 12 homens e 3 mulheres, em Amambai.

A “Operação Licantropia”, em alusão a transformação que drogas como a maconha e principalmente o crack faz com as pessoas, teve por objetivo, segundo o delegado que comandou a ação policial em campo, Dr. Mikaill Alessandro Gouveia Faria, fechar pontos de venda de drogas, as chamadas “bocas de fumo” e desvendar crimes como furtos e roubos relacionados ao esquema de tráfico que vinham acontecendo na cidade, sobretudo na Vila Limeira, a vila mais populosa de Amambai.

Segundo a Polícia Civil a operação, uma das maiores do gênero já realizada no município, desvendou vários furtos e assaltos ocorridos dos últimos dias na cidade, inclusive com reconhecimentos das vítimas em relação aos autores, recuperou diversos produtos furtados e trocados por drogas em pontos de venda de drogas e resultou também na apreensão de drogas como maconha e crack já embaladas e prontas para serem entregues aos usuários, além de o fechamento de duas bocas de fumo localizadas na Vila Limeira.

De acordo com a polícia, uma das bocas de fumo era mantida por um paulista de 31 anos, já com passagens no estado de São Paulo, que estaria residindo há pouco tempo em Amambai e a outra era mantida por duas mulheres, uma de 30  e outra de 36 anos, que inclusive teve passagens recentes pela polícia em Amambai por tentativa de homicídio e receptação.

A operação também resultou na prisão de um homem de 69 anos, procurado pela Justiça pelo crime de estupro de vulnerável.

De acordo com a Polícia Civil, dos 15 detidos, quatro foram autuados em flagrante, um por furto e três por tráfico de drogas, um permaneceu preso por força de mandado de prisão e o restante será indiciado por crimes como furto e roubo, por exemplo.

A Polícia Civil acredita que além dos crimes já solucionados até agora com as prisões realizadas, a detenção do grupo poderá ajudar a desvendar vários outros delitos ocorridos nos últimos tempos na cidade, inclusive obter avanços em relação à autoria do assassinato de Elizete Nogueira de Souza, 44 anos, crime ocorrido em janeiro deste ano na Vila Limeira, cuja prática existem suspeitos, mas até agora não tem autoria confirmada.

A polícia pede a possíveis vítimas que, em caso de reconhecimento de algum dos autores, para entrar em contato com a Delegacia de Polícia Civil local pelo fone (67) 3481-1415, para formalizar a denúncia. A polícia ressalta que a identidade da vítima será mantida em sigilo.

A edição impressa do jornal A Gazeta desta sexta-feira, dia 23 de fevereiro, trará maiores informações sobre a Operação Licantropia, que ainda está em andamento, inclusive detalhando de caso a caso.

Material de autoria exclusiva do A Gazetanews, proibido a reprodução total ou parcial sem citar as respectivas fontes

Fonte: A Gazeta News

Veja mais fotos:

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Polícia

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.