Gazeta de Amambaí


Domingo, 14 de Maio de 2017 às 21:24

Polícia apura morte de homem de 56 anos em Amambai

Líder indígena da Kurrussu Amba foi encontrado morto na Aldeia Amambai.

Clique na Imagem para ampliá-la

O corpo do líder indígena (foto abaixo) foi encontrado ao lado de uma edificação. (Foto: Divulgação)

Vilson Nascimento

A Polícia Civil vai instaurar procedimento para apurar a morte de um homem de 56 anos, fato registrado na manhã desse domingo, 14 de maio, em Amambai.

Informações levantadas pela reportagem do A Gazetanews dão conta que Alcindo Fernandes, que seria líder da comunidade da região do Kurussu Ambá, teria vindo para Amambai na sexta-feira, dia 12 para receber valores e nesta segunda-feira, dia 15, voltaria para a comunidade onde residia após pegar, na unida da Funai (Fundação Nacional do Índio) local, ferramentas para o plantio de lavoura.

O corpo do líder indígena foi encontrado ao lado de uma edificação, no interior da Aldeia Amambai, onde a vítima tinha familiares.

Segundo a Polícia Civil, o corpo de Alcindo Fernandes foi encontrado parcialmente coberto por uma manta de cor vermelha.

De acordo com a polícia, ele apresentava ferimento na região da boca e da orelha direita, mas não era possível afirmar que tais ferimentos teriam provocado a morte do líder guarani-kaiowá.

O corpo de Alcindo foi conduzido por uma equipe da empresa funerária Inter Pax para o IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Porã para a realização de exame necroscópico, posteriormente foi levado para a comunidade indígena da Kurussu Ambá, no município de Coronel Sapucaia, para ser velado e sepultado.

A Polícia Civil vai aguardar o laudo do exame necroscópico do IML com a causa a morte, documento que deverá sair em alguns dias. O caso foi registrado como “morte a esclarecer”.

Fonte: A Gazeta News

Veja mais fotos:

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Polícia

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.