Gazeta de Amambaí


Domingo, 14 de Maio de 2017 às 20:14

Ação conjunta apreende caminhonete em Amambai

Toyota Hilux com placas do Maranhão foi apreendida após furar barreira policial em rodovia e adentar na cidade.

Clique na Imagem para ampliá-la

A Toyota Hilux apreendida pela PRE em Amambai. (Fotos: PRE)

Vilson Nascimento

Uma ação conjunta envolvendo a PRE (Polícia Militar Rodoviária Estadual) e policiais lotados na 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (3ª CIPM) apreendeu, nesse domingo, 14 de maio, em Amambai, uma caminhonete com sinais de adulteração.

Segundo a PRE, a equipe realizava barreira na Rodovia MS-156, trecho que liga Amambai a Caarapó, quando tentou abordar uma Toyota Hilux cor prata, placas de São Luiz-MA.

De acordo com a Polícia Rodoviária, o condutor da caminhonete não obedeceu a sinalização para parar e fugiu em alta velocidade pela rodovia estadual em direção a cidade de Amambai.

Via meio de comunicação a guarnição da PRE solicitou apoio à 3ª CIPM e a perseguição (nos meios policiais chamada de acompanhamento tático) que se iniciou na rodovia se estendeu por vilas da cidade em Amambai até que o veículo em fuga acabou interceptado.

Segundo a polícia, após a abordagem, durante checagem foi constatado que o número do motor e número do chassi da Toyota Hilux apresentada características de adulteração (desalinhados e raspados).

De acordo com relatos da PRE no boletim de ocorrência, ao ser indagado o condutor da caminhonete, Richard de Moraes Luiz, de 25 anos, morador em Ibiporã, estado do Paraná, teria relatado que havia pegado a caminhonete em Goiânia, estado de Goiás e receberia R$ 5 mil para trazer o veículo até a cidade de Coronel Sapucaia, na fronteira com o Paraguai.

A caminhonete foi aprendida e entregue na Delegacia de Polícia Civil em Amambai para serem tomadas às providências cabíveis.

Fonte: A Gazeta News

Veja mais fotos:

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Polícia

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.