Gazeta de Amambaí


Sexta-Feira, 14 de Setembro de 2018 às 13:03

Como era a Igreja no Princípio? - Por Eloir Vieira

“E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações” (At 2.42).

É muito importante ter consciência histórica que Jesus não criou nenhuma denominação especificando um determinado nome. As instituições existentes foram e são criadas com seus respectivos nomes e sobrenomes a critério de cada responsável apenas por questão de organização; para Cristo, não importa onde a sua igreja se reúne, se num templo, se numa casa ou um lugar qualquer, pois, a igreja de Cristo não é um prédio:“O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens. Nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, a respiração e todas as coisas” (At 17.24,25). A denominação não tem importância para Cristo, pois, para Ele a igreja somos nós que cremos: “Ou não sabeis que o nosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?” (1Co 6.19).

Quando Jesus, disse ao seu discípulo: “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha igreja” (Mt 16.18), Jesus estava se referindo à fé de Pedro, que creu nEle: “E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” (16). A pedra, citada por Jesus, na qual a igreja foi fundada, trata-se do próprio Cristo, que é a cabeça da igreja (Ef 5.23).  E o corpo da igreja é formado pelos irmãos que creem como Pedro creu: “Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecerdes sacrifícios espirituais, agradáveis a Deus, por Jesus Cristo” (1Pe 2.5); “Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito. Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos” (1Co 12.12-14). “Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo?”... (1Co 6.15). Portanto, a igreja de Cristo é formada de pessoas que creem em Deus Pai e em Deus Filho, independente de uma instituição: “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim” (Jo 14.1).

Há uma grande diferença entre a doutrina dos apóstolos, recebidas direto de Cristo, com as doutrinas estabelecidas pelos homens, ao longo dos tempos. Antes, o amor ao próximo (mandamento do Senhor) era cumprido à risca: “Todos os que criam estavam juntos e tinham tudo em comum” (At 2.44). “Não havia, pois, entre eles nenhum necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido e depositavam aos pés dos apóstolos. E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha” (At 4.34,35). Como é hoje?

Fonte: Eloir Vieira

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Opinião

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.