Gazeta de Amambaí


Quinta-Feira, 11 de Maio de 2017 às 22:01

Temer sanciona criação de identidade que vai unificar documentos

Foi assinado nesta quinta-feira (11) pelo presidente Michel Temer (PMDB) a sanção do projeto de lei que cria o Documento de Identificação Nacional, que reunirá dados biométricos e civis, como RG (Registro Geral), CNH (Carteira Nacional de Habilitação), CPF (Cadastro de Pessoa Física) e título de eleitor em um único documento.

O projeto foi votado e aprovado pelo Senado há um mês (11). De acordo com o projeto, a Identificação Nacional dispensará a apresentação dos documentos que lhe deram origem ou nele mencionados e será emitida pela Justiça Eleitoral.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) também poderá delegar a outros órgãos a função. A intenção é aproveitar o cadastro biométrico nacional realizado para as eleições. O documento será impresso pela Casa da Moeda.

A base de identificação de cada cidadão será o número do CPF. Conforme o texto, o TSE também deve garantir o acesso à União, aos estados, ao Distrito Federal, aos municípios e ao Poder Legislativo aos dados. A sanção completa será publicada na edição desta sexta-feira (12) do DOU (Diário Oficial da União).

Fonte: Campo Grandenews

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Nacional

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.