Gazeta de Amambaí


Sexta-Feira, 24 de Agosto de 2018 às 10:02

Estudo sobre o clima preocupa cientistas

se o planeta continuar nesse ritmo, teremos uma elevação de 4 a 5ºC a mais no do que os tempos pré-industriais

Um artigo produzido por cientistas da Universidade de Copenhague, da Universidade Nacional da Austrália e do Instituto de Pesquisa Potsdam, sobre o Impacto Climático na Alemanha, indicou que o planeta pode entrar em um verdadeiro efeito estufa se não adotar hábitos sustentáveis. De acordo com os pesquisadores, se o gelo polar continuar derretendo, as florestas sendo reduzidas e os gases do efeito estufa aumentando a novos níveis, como é o caso a cada ano, a Terra passará pelo que chamaram de “um ponto de virada”.

De acordo com o relatório do intitulado “Proceedings da National Academy of Sciences”, se o planeta continuar nos moldes que está hoje, teremos “uma elevação de 4 a 5 graus Celsius a mais no do que os tempos pré-industriais e os níveis do mar estão entre 10 e 60 metros (30-200 pés) mais elevados do que hoje", diz o texto.

Os cientistas ainda vão além, segundo eles, a perspectiva é de que, até a virada do próximo século, os rios seriam inundados, as tempestades destruiriam as comunidades costeiras e os recifes de corais seriam eliminados. Além disso, as temperaturas globais médias excederiam as de qualquer período interglacial, ou seja, os tempos mais quentes que ocorrem entre as Idades do Gelo, dos últimos 1,2 milhão de anos.

"Um aquecimento de 2 graus Celsius poderia ativar importantes elementos de inclinação, elevando ainda mais a temperatura para ativar outros elementos de inclinação em um efeito de dominó que poderia levar o planeta Terra a temperaturas ainda mais altas", indica o relatório.

Para os pesquisadores, o único jeito de controlar essa situação é “substituindo os combustíveis fósseis por fontes de energia com baixa ou nenhuma emissão, e deve haver mais estratégias para absorver as emissões de carbono, como acabar com o desmatamento e plantar árvores para absorver o dióxido de carbono”.  

Fonte: Agrolink

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Internacional

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.