Gazeta de Amambaí


Sexta-Feira, 30 de Março de 2018 às 09:38

Facebook vai pagar por denúncias de mal-uso de dados da rede

Em um anúncio voltado aos desenvolvedores que criam aplicativos com dados da rede social, o Facebook informou que está organizando uma iniciativa para recompensar financeiramente quem denunciar aplicativos conectados ao Facebook que estiverem usando dados de usuários de forma incorreta.

Os detalhes da medida ainda estão sendo definidos e devem ser finalizados "nas próximas semanas".
O Facebook já possui um programa de "bug bounty" que recompensa pesquisadores de segurança que identificarem falhas na rede social. Quem encontra vulnerabilidades pode informar os detalhes do problema ao Facebook, que avalia se a brecha se enquadra no programa. Em caso positivo, a rede social define um prêmio em dinheiro para recompensar a denúncia.

Em 2017, o Facebook Bug Bounty pagou um total de US$ 880 mil, ou cerca de R$ 2,9 milhões, por mais de 400 relatos válidos de vulnerabilidades (o Facebook não divuglou o número exato relatos válidos).

Hoje, porém, a segurança de aplicativos conectados ou o uso indevido de dados por eles não se enquadra no programa de "bug bounty" do Facebook. Quando a nova regra estiver valendo, usuários poderão fazer denúncias contra aplicativos como o "this is your digital life", o pivô do escândalo da Cambridge Analytica. Dados de 50 milhões de usuários coletados por esse aplicativo para fins supostamente acadêmicos foram repassados de forma irregular e usados em marketing político.

No mesmo anúncio aos desenvolvedores, o Facebook reiterou outras medidas que já foram anunciadas pela rede social, como a auditoria em todos os aplicativos que acessaram grandes quantidades de informações e o envio de notificações a todos os usuários de aplicativos que forem banidos por irregularidades.

Fonte: G 1

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Internacional

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.