Gazeta de Amambaí


Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017 às 12:01

Bebida alcoólica nos ajuda a falar melhor um idioma estrangeiro?

Se você fala um segundo idioma, pode ter acontecido a seguinte situação: em uma conversa, você se atrapalha ao tentar encontrar as palavras e a pronúncia adequadas. Pode não se lembrar e acaba dizendo o que queria de forma atropelada.

Porém, há pessoas que afirmam se sentir melhor ao falar um segundo idioma quando bebem algo alcoólico. As palavras parecem fluir melhor, uma frase se liga à outra de forma fluente, como um falante nativo.

Essa sensação não é apenas uma impressão subjetiva, segundo pesquisa publicada no Journal of Psychopharmacology. De acordo com o estudo, beber uma pequena dose de álcool melhora a nossa capacidade de falar um segundo idioma.

Embora seja verdade que o álcool interfere em nossa memória e atenção, além de poder causar dependência, ele também diminui a inibição, aumenta a confiança em nós mesmos e reduz a ansiedade social.

Segundo a pesquisa, essas características se traduzem em uma melhora na capacidade linguística de interagirmos com outras pessoas.

Até agora, a ideia desse efeito era aceita popularmente, mas não havia estudos ou base científica para colocá-la à prova.

Homem falandoDireito de imagemGETTY IMAGES
Image captionSegundo a pesquisa, estudantes que beberam álcool se saíram melhores na categoria 'pronúncia'

Pesquisadores da Universidade de Liverpool e do King's College, ambas no Reino Unido, e da Universidade de Maastricht, no Holanda, tentaram medir se o álcool ajuda ou não quando nos arriscamos em um idioma estrangeiro. Para isso, eles convocaram um grupo de 50 alemães que aprenderam a falar, escrever e ler em holandês recentemente.

Parte dos alunos recebeu uma bebida alcoólica (a quantidade dependia do peso da pessoa). Outra parte dos estudantes não bebeu nada.

Os participantes começaram então a conversar com holandeses - esses não sabiam quem havia bebido álcool ou não. Eles avaliaram o desempenho dos alunos seguindo uma série de critérios.

Uma análise dos dados mostrou que quem ingeriu álcool teve um resultado menor na categoria de pronúncia. "Nosso estudo mostra que o consumo de álcool pode ter efeitos benéficos na pronúncia de uma língua estrangeira em pessoas que a aprenderam recentemente", disse Inge Kersbergen, coautor do estudo e pesquisador do Instituto de Psicologia, Saúde e Sociedade da Universidade Liverpool.

O estudo apontou, no entanto, que o álcool não influenciou a forma como os estudantes avaliaram seu próprio desempenho.

Os pesquisadores também afirmaram que os benefícios eram resultado da ingestão de uma quantidade reduzida de álcool. Beber excessivamente, eles acrescentam, talvez não nos ajude a pronunciar melhor.

Fonte: BBC Brasil

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Internacional

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.