Gazeta de Amambaí


Quinta-Feira, 18 de Maio de 2017 às 17:41

Comissão Famasul reúne mais de 500 pessoas em Dourados

Clique na Imagem para ampliá-la

Foto: Assessoria

O 1º Encontro Jovens da Agropecuária – etapa Grande Dourados contabilizou um público recorde e heterogêneo. A plateia, formada por produtores, estudantes, empresários e trabalhadores de todas as gerações, acompanhou as palestras e participou ativamente do evento realizado durante a Expoagro 2017 – Exposição Agropecuária de Dourados.

 Na abertura, o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, parabenizou a Comissão Famasul Jovem pela organização do encontro e destacou o quanto a participação dos jovens do agro no evento reflete o cenário atual do Brasil.

“Algo positivo de toda essa crise política e moral que nosso país atravessa nos últimos anos, sem dúvida, é o maior envolvimento do público jovem em causas sociais, políticas e econômicas. Um levantamento recente da PUC (Pontifícia Universidade) do Rio Grande do Sul, revela que 50% dos jovens têm a política como principal interesse na hora de buscar algum tipo de informação. Outros destaque é que 70% procuram se informar diariamente. Para construir sua opinião política, eles têm levado em conta principalmente sua experiência de vida na hora da decis&atilde ;o. Isso mostra que a nova geração quer participar da reconstrução deste País”, afirmou.

O presidente do MNP – Movimento Nacional de Produtores, Rafael Gratão, um dos organizadores do evento, também contextualizou a grande participação dos jovens no evento. “O futuro não só do Brasil, mas também da nossa família, empresa e faculdade está no jovem. As mudanças que mais vão impactar o Brasil estão acontecendo agora “. Do mesmo modo, o presidente do Sindicato Rural de Dourados, anfitrião do encontro, Lúcio Damália, declarou: “Vocês vão mudar este mundo para melhor.”

Supervisora do Senar/MS e representante da Comissão Famasul Jovem na região da Grande Dourados, Juliana Cascão, explica que promover o maior acesso às informações é uma vontade unânime do grupo. “Sempre buscamos as inovações no grandes centros, na Capital, por exemplo. No interior, é mais difícil, quando existe são eventos técnicos e não voltados à integração, à troca de experiências. Por isso, interiorizamos a iniciativa, criamos uma rede, colocamos as pessoas em contato e buscamos referências para potencializar esse momento. A Famasul Jovem no Sistema é uma porta para que a gente consiga encaminhar demandas e levar o que a Casa tem para oferecer até a ponta”, ressaltou a médica veterinária e responsável pelo evento em Dourados.

Roberta Maia, presidente da Comissão Famasul Jovem, conta como o projeto de reunir jovens para discutir assuntos atuais e relacionados ao agro recebeu o apoio do Sistema Famasul. “O trabalho começou em novembro do ano passado, quando deu início a mobilização para este encontro. Como foi a nossa primeira experiência, tudo foi desafiador. Tivemos a oportunidade de conhecer melhor o Sistema Famasul e a estrutura do Senar/MS, um aprendizado para gente. Ver todo esse público aqui, hoje, nos dá a certeza de que nada acontece por acaso. A Famasul plantou esse sonho, alimentou e deu todo o suporte para que ele acontecesse”, afirma a administradora de empresas.

Palestras - O escritor, cartunista, colunista, diretor e apresentador do programa Café Brasil, Luciano Pires, ministrou a palestra ‘Liderança Nutritiva’, ressaltando o desafio das novas gerações no âmbito profissional e desenvolvimento pessoal, e também em como a evolução do mercado nas duas últimas décadas resultou em mudanças comportamentais e de relacionamento.

“A presença dos jovens faz parte da ordem natural da sociedade. Aqueles que tiverem a preocupação de ampliar seu repertório e refinar o processo de julgamento e tomada de decisão, vencerão”, conclui o especialista comportamental. 

O Secretário de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Renato Roscoe, falou a respeito da sua trajetória profissional e do quanto o contato com os produtores rurais, após suas realizações nos estudos, foram importantes.

“Eu tinha a sensação de que sabia muito, mas quando cheguei pela primeira vez em um sindicato rural, após o doutorado, percebi que tinha muito a aprender”, disse.

Participaram, ainda, do evento o vice-presidente do Sistema Famasul, Nilton Pickler; o diretor tesoureiro da instituição, Luis Alberto Moraes Novaes; a diretora-secretária, Terezinha Candido; o diretor executivo da Lucas Galvan; o presidente da Aprosoja/MS, Christiano Bortolotto; os presidentes dos sindicatos rurais de Jateí, José Pereira da Silva; de Itaporã, Otávio Vieira de Mello; e de Fátima do Sul, José Ricardo Casotti.

Fonte: Ana Brito e Carla Gavilan

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Estado

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.