Gazeta de Amambaí


Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018 às 13:02

De olho na F1, Pietro Fittipaldi vai correr na Indy em 2018: "Surpresa boa"

Neto de Emerson Fittipaldi, bicampeão da Fórmula 1 e duas vezes vencedor das 500 Milhas de Indianápolis, piloto vai ser o quarto brasileiro na temporada 2018

O Brasil ganhou mais um piloto no grid da Fórmula Indy. Atual campeão da Fórmula V8, Pietro Fittipaldi foi anunciado, nesta terça-feira, como piloto da equipe Dale Coyne Racing. Neto do bicampeão da F1 Emerson Fittipaldi, o jovem de 21 anos vai disputar sete das 17 provas da temporada 2018 – incluindo as lendárias 500 Milhas de Indianápolis, que seu avô venceu duas vezes, em 1989 e 1993. Pietro vai se juntar a Matheus Leist, Tony Kanaan e Hélio Castroneves na tradiconal categoria do automobilismo.

A oportunidade surgiu após um teste que Pietro fez em um carro da Indy Lights, divisão de acesso da Indy, na véspera dos testes coletivos da categoria. O piloto permaneceu em Sebring para ver de perto os novos carros, que tiveram seus chassis totalmente reformulados para 2018. Foi quando surgiu o convite de Dale Coyne, que dentro de alguns dias se tornaria seu novo chefe de equipe.

- O Dale viu que andei bem no Indy Lights e quis me testar no carro da Indy. Foi uma surpresa boa para mim, porque o Sebastien Bourdais ia pra Daytona e ele não teria ninguém guiando no segundo dia. Gostei muito da equipe e do carro. Depois andamos bem novamente, no treino de ontem em Sonoma, e agora pintou esta oportunidade de correr na Indy, o que é um sonho. Desde pequeno assisto às 500 Milhas de Indianápolis, já estive na prova acompanhando meus tios Max (Papis) e Christian (Fittipaldi), então realmente é a realização de um sonho para mim. Estou muito feliz - disse Pietro, ao GloboEsporte.com.

Na condição de atual campeão da Fórmula V8 (categoria que rivalizava com a Fórmula 2, mas que foi extinta ao fim de 2017), Pietro segue de olho na Fórmula 1. O título ajudou o piloto de 21 anos a somar muitos dos pontos necessários para obter a superlicença, uma espécie de habilitação especial da Federação internacional de Automobilismo para pilotar um F1. Apesar da identificação natural com o automobilismo americano, já que nasceu nos Estados Unidos, o neto de Emerson Fittipaldi garante que as negociações para ingressar na principal categoria do automobilismo mundial nunca estiveram tão avançadas como agora.

- Temos chance de fechar alguma coisa com um time de Fórmula 1, como piloto de testes, ainda neste ano. Estou mais perto da F1 do que jamais estive, e tenho certeza que correr na Indy ao lado de competidores deste nível ajudará bastante no meu desenvolvimento como piloto.

A temporada 2018 da Fórmula Indy começará no dia 11 de março, no circuito de rua de St. Petersbug, na Flórida. A estreia de Fittipaldi no campeonato está prevista para a etapa do dia 7 de abril, no oval de Phoenix. Depois, o brasileiro participará das duas provas em Indianápolis, no circuito misto (12 de maio) e no oval da Indy 500 (29 de maio). Revezando o cockpit com o canadense Zachary Claman DeMelo, Pietro ainda disputará as provas do Texas (oval, dia 9/6), Mid Ohio (misto, 29/7), Portland (misto, dia 2/9) e a grande final da temporada no misto de Sonoma, em 16 de setembro.

 

Dos quatro brasileiros na temporada da Fómula Indy 2018, apenas dois vão disputar todas as 17 provas do ano: Matheus Leist e Tony Kanaan, que serão companheiros na equipe Foyt. Hélio Castroneves vai disputar apenas as 500 Milhas de Indianápolis pela Penske.

Fonte: Globo Esporte

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Esporte

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.