Gazeta de Amambaí


Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017 às 16:48

Talismã põe Grêmio na final do Mundial de clubes

Desde o título do Corinthians em 2012 um clube Sul-americano não conquista a competição.

O Grêmio está na final do Mundial de Clubes, mas a classificação foi sofrida. O Tricolor garantiu a vaga após bater o Pachuca-MEX com gol na prorrogação. Após empatar em 0 a 0 no tempo normal, o garoto Éverton fez o gol da vitória do time brasileiro na semifinal do torneio, no estádio Hazza Bin Zayed, em Al Ain (EAU).

Agora, o Grêmio aguarda o vencedor da outra semifinal, entre Al Jazira e Real Madrid, que ocorre nesta quarta-feira, para saber quem vai enfrentar na grande decisão. A final do Mundial de Clubes vai ser realizada neste sábado, às 15 horas (horário de Brasília), no estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi (EAU).

Primeiro tempo

A partida começou com as duas equipes se estudando bastante e trocando passes. O time gaúcho adiantava a marcação e tentava criar as primeiras ações do duelo. Após cobrança de escanteio de Luan, aos 5 minutos, o centroavante Lucas Barrios conseguiu cabecear, mas a bola saiu para tiro de meta.

Aos 7 minutos, em jogada pela esquerda de ataque, Bruno Cortez tocou para Michel que, dentro da área, cruzou rasteiro para Barrios, mas Murillo chegou primeiro e afastou o perigo. No contra-ataque, Honda recebeu a redonda perto da área adversária e arriscou o chute. A bola passou perto da trave esquerda de defesa do goleiro Marcelo Grohe.

A primeira grande chance gremista foi aos 16. Em cobrança de falta próxima da esquerda da área, o lateral-direito Edílson bateu direto no gol e a bola passou perto do travessão.

Em ótimo lançamento para a área, o meia Honda recebeu livre entre os zagueiros gremistas, mas, no momento da conclusão, Cortez apareceu na hora certa para afastar o perigo.

Aos 29 minutos, Luan viu Ramiro entrando livre na área e ergueu a redonda para o meia. Ramiro deu apenas um toquinho na bola, que saiu pela linha de fundo. O próprio Ramiro sofreu falta na direita de ataque na entrada da grande área. O atacante Fernandinho foi para a cobrança, aos 40 minutos, mas a bola passou por cima da meta.

O Pachuca-MEX quase abriu o marcador no último minuto da primeira etapa. Em contra-ataque rápido, os mexicanos tabelaram bem e Honda ficou cara a cara com o goleiro Marcelo Grohe. Contudo, no momento da conclusão, o lateral Bruno Cortez apareceu, mais uma vez, para evitar o tento adversário.

Segundo tempo

Aos 9 minutos, o volante Jailson perdeu a bola no meio de campo e proporcionou um contra-ataque para os Tuzos. O atacante Urretaviscaya carregou até a entrada da área e chutou a meia altura, para grande defesa do goleiro Marcelo Grohe.

O Grêmio respondeu com Luan. O meia-atacante recebeu na intermediária, carregou a redonda e chutou rasteiro no canto. A bola ia entrar, mas o goleiro Pérez saltou e deu um toque na bola, que ainda raspou a trave antes de sair para escanteio.

Aos 28 minutos, Luan fez boa jogada e sofreu falta na direita de ataque. Edílson bateu colocado e a bola bateu na rede pelo lado de fora, enganando alguns torcedores gremistas, que gritaram gol. O goleiro Pérez ficou apenas parado assistindo.

Três minutos depois, Éverton recebeu dentro da área, fintou dois jogadores adversários, mas demorou muito para concluir. No momento da finalização, a bola explodiu na marcação dos mexicanos.

Aos 34 minutos, após cobrança de escanteio, a zaga gremista afastou. No rebote, Urretaviscaya recebeu na direita e levantou novamente na área e Guzman desviou de cabeça. A bola passou tirando tinta da trave direita de defesa do goleiro Marcelo Grohe.

Em cobrança de escanteio, aos 42 minutos, Fernandinho ergueu na área, o atacante Jael desviou e a bola ia sobrar para Luan, mas a redonda bateu na coxa e sobrou para o goleiro Pérez. Apesar da pressão final do Grêmio, ninguém balançou as redes no tempo normal e a partida foi para a prorrogação.

Prorrogação

O gol do Grêmio veio logo aos 4 minutos. O lateral-esquerdo Bruno Cortez cobrou rápido o lateral para Éverton. O atacante partiu em direção ao gol e, dentro da área, bateu forte, colocado em curva, balançando as redes, para o torcedor gremista poder soltar o grito de gol.

O time brasileiro então se fechou e buscava o contra-ataque, enquanto os jogadores do Pachuca-MEX tentavam o ataque, mas sentiam bastante o cansaço da prorrogação da partida das quartas-de-finais.

Aos 13 minutos, o Grêmio quase ampliou. Após bela troca de passes da equipe brasileira, o lateral-direito Léo Moura cruzou rasteiro e o atacante Jael quase alcançou a bola, que passou na frente da meta.

No segundo tempo, o time brasileiro seguiu pressionando. Aos 2 minutos, Léo Moura recebeu livre pela direita, arrancou e fez um lançamento para Jael, mas no momento exato o zagueiro Herrera apareceu dando um carrinho, mandando para escanteio.

A situação do Grêmio melhorou após Guzmán fazer faz em Léo Moura e receber o segundo cartão amarelo e, consequentemente, o vermelho.

Aos 6, o Grêmio balançou as redes com Jael, mas o árbitro já assinalava impedimento no lance. Um minuto depois, em contra-ataque gremista, Luan recebeu na direita, encarou a marcação e chutou na meta, mas a bola subiu muito, saindo pela linha de fundo.

Com a vantagem no placar e no marcador, o time brasileiro se fechou e segurou o resultado. Ainda 16 minutos, Éverton quase ampliou o placar, mas mandou a finalização nas mãos do goleiro.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 x 0 PACHUCA

Local: Estádio Hazza Bin Zayed, em Al Ain (Emirados Árabes)
Data: 12 de dezembro de 2017, terça-feira
Horário: 15 horas (de Brasília)
Árbitro: Felix Brych (Alemanha)
Assistentes: Mark Borsch (Alemanha) e Stefan Lupp (Alemanha)
Público: 6.428 torcedores
Cartões amarelos: Kannemann, Ramiro, Jael (Grêmio), Guzman, García e Hernandez (Pachuca)
Cartão vermelho: Guzman (Pachuca)
Gols: GRÊMIO: Everton, aos 4 minutos do primeiro tempo da prorrogação

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson (Léo Moura), Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson e Michel (Everton); Ramiro, Luan e Fernandinho (Rafael Thyere); Barrios (Jael)
Técnico: Renato Gaúcho

PACHUCA: Oscar Pérez; Omar González, Óscar Murillo, Martínez e Emmanuel García (Sagal); Jorge Hernández; Urretaviscaya (Cano), Honda, Guzmán, Aguirre (Sánchez); Franco Jara (Robert Herrera)
Técnico: Diego Alonso 

Fonte: Terra

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Esporte

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.