Gazeta de Amambaí


Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018 às 13:54

Aulas na rede municipal começam dia 7 de fevereiro em Amambai

Objetivo da antecipação em relação ao calendário estadual é reduzir reposição de aulas aos sábados, diz Secretaria de Educação.

Clique na Imagem para ampliá-la

O prefeito, Dr. Bandeira e na secretária de educação, Zita Centenaro. Ano letivo na rede municipal vai começar dia 7 de fevereiro em Amambai. (Foto: Divulgação)

Vilson Nascimento

As aulas na rede municipal de ensino vão começar no dia 7 de fevereiro, uma quarta-feira, em Amambai.

O anúncio foi feito nessa sexta-feira, 26 de janeiro, pelo prefeito, Dr. Edinaldo Bandeira e pela secretária de educação em Amambai, professora Zita Centenaro.

O objetivo da antecipação do início do ano letivo em relação a rede estadual, que começa no dia 15 de fevereiro, uma quinta-feira, é diminuir o número de reposições de aulas aos sábados para cumprir a quantidade de aula anual que determina a legislação.

Segundo Zita, iniciando as aulas no dia 15, o Estado terá que repor aulas em 14 sábados no decorrer do ano.

Com a decisão da Prefeitura de Amambai em antecipar em uma semana o início das aulas na rede municipal, o município deverá repor aulas em apenas quatro sábados no decorrer do ano.

De acordo com a secretária de educação, no dia 7 de fevereiro será iniciado o ano letivo em toda a rede municipal, ou seja, nas escolas de ensino fundamental e nos CEIs, os centros de educação infantil.

Segundo Zita Centenaro, também no dia 7 de fevereiro terá início o transporte escolar rural, porém, segundo a secretária, por conta dos estragos provocados pelas chuvas, que inclusive levou Amambai a decretar situação de emergência, é possível que em algumas linhas o ônibus ainda não consiga percorrer, apesar de a Secretaria de Obras do município estar trabalhando para tentar garantir acessibilidade em tempo hábil.

REME tem mais de 6,4 mil alunos

A REME (Rede Municipal de Ensino) em Amambai fechou o ano de 2017 com 6.400 alunos matriculados, cerca de 2 mil deles na educação infantil.

Segundo a secretária de educação, Zita Centenaro, os números para 2018 ainda não estão concluídos, mas a estimativa é de aumento, podendo chegar a 6,6 mil alunos estudando em escolas e centros de educação infantis mantidos pela prefeitura local.

Fonte: A Gazeta News

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Educação

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.